Formação sobre uso de TIC’s e comunicação deve ser contínua em ambiente escolar, conclui artigo científico

Grupo de pesquisadores composto por professores, estudantes de graduação e de pós-graduação da Universidade de Brasília analisou como ocorreu a comunicação escolar durante o período da pandemia de Covid-19 no Brasil e em outros países. De acordo com a pesquisa, é necessário dar caráter contínuo às atividades de capacitação relacionados ao uso de tecnologias da informação e comunicação nas escolas.

Diante dos resultados observados no estudo, o grupo realizou oficinas, debates e capacitação sobre o de tecnologias da informação e comunicação em ambientes escolares para professores. “Como consequência do trabalho realizado, percebeu-se maior efetividade no entendimento conceitual da comunicação e da mobilização social na produção de conteúdos escolares”, diz o artigo.

Na pesquisa, o grupo de estudiosos observou que “as mídias sociais (Whatsapp, Instagram e Facebook) se tornaram os principais canais de comunicação dentro e fora da escola, sobrepondo-se ao uso de TV, rádio, jornais e outras formas impressas e/ou analógicas”. 

Leia o artigo completo em https://bit.ly/34bQUIs

Skip to content