Convoca já! Nomeação de professores no cadastro reserva é fundamental para a qualidade da educação

Na tarde dessa quinta-feira (08), durante a vacinação da categoria magistério público contra a Covid-19, as professoras Poliana Natal e Paula Natal e outras educadoras que aguardavam sua vez de vacinar, como a professora Sarah Raquel Cunha, recuperaram uma importante campanha do Sinpro: a campanha pelo concurso público. Vestidas com a camiseta do Convoca Já, elas levantaram placas pelo Zera Cadastro, pedindo a nomeação daqueles(as) que ainda não foram chamados pelo Governo do Distrito Federal.

 

“Sou a professora Poliana nomeada pelo concurso de 2016. Quero reforçar que o banco ainda não zerou, são 368 professores aprovados e aptos. Muitos deles estão ocupando vagas em regime de contrato temporário! Educação com qualidade se faz com professores nomeados, por isso estamos na luta pelo #zeracadastro reserva de concurso público de professores da Educação Básica 2016”, afirma Poliana.

 

Hoje, cerca de 370 professores(as) aguardam a nomeação do concurso público de 2016, ainda no cadastro reserva. O número não é suficiente para suprir a demanda na rede pública de ensino, mas ajudaria na reposição de educadores(as) que se aposentaram, por exemplo. 

 

Atualmente a rede pública conta com um grande déficit de professores, e a atitude dessas educadoras é importante para o fortalecimento da nossa categoria por meio de nomeações por concurso público. “A nomeação de professores aprovados perpassa pela qualidade da educação e é nesse sentido, do fortalecimento da educação pública, que estamos empenhados nessa nomeação e na realização de novos concursos para atender à demanda da rede”, afirma a coordenadora da Secretaria de Imprensa do Sinpro, Letícia Montandom.

 

Poliana e Sarah, professoras aprovadas que esperam nomeação, e Paula, professora recém-nomeada, levantam as plaquinhas da campanha do Sinpro Zera Cadastro.