Brasil tem 881 mortes por Covid-19 e ultrapassa a França em casos confirmados

O Brasil registrou 881 óbitos por Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, nesta terça-feira (12) – o  último recorde do país tinha sido  751 mortes em 24 horas. É o maior número em um dia desde o início da pandemia.

Já são 177.589 os casos confirmados, 9.258 novos diagnósticos foram feitos entre segunda e terça-feira. Com esses números, o Brasil ultrapassou a França e já é o sexto país do mundo com mais casos de Covid-19.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, do total de óbitos confirmados, 206 ocorreram nos últimos três dias, ainda há 2.050 em investigação.

O estado de São Paulo tem o maior número de pessoas com coronavírus no país. Já são 47.719 casos confirmados e 3.949 mortes, segundo anunciou o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (12). Um cenário projetado pelo governo estadual paulista é que até o final de maio esse número pode saltar para 100 mil infectados.

A taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no estado de São Paulo está em 69,1%. Na Grande São Paulo, esse índice chega a 85,7%.

No Rio de Janeiro, foram registrados 158 novos óbitos e 547 casos confirmados nas últimas 24 horas. O estado já registra 1.928 mortes e 18.486 casos confirmados da doença. A fila de pacientes esperando por leitos de enfermaria ou de UTI para tratamento no estado tem quase mil pessoas. Até a tarde de terça-feira (12) eram 951 pacientes aguardando pela internação.

Norte x Nordeste

De acordo com o Ministério da Saúde, 50,2% dos casos de Covid-19 contabilizados no Brasil estão no Norte e no Nordeste. As regiões, juntas, somam 89,2 mil casos. O Nordeste tem 58,3 mil casos (32,8%) e o Norte, 30,9 mil (17,4%).

Já o Sudeste tem 74 mil casos confirmados, o que equivale a cerca de 42% do total. Na sequência vem o Sul, com 8,5 mil (4,8%), e o Centro-Oeste com 5 mil (2,9%).

No Maranhão, primeiro estado a decretar o lockdown, foi prorrogado até domingo (17)  o bloqueio total dos serviços não essenciais na Região Metropolitana de São Luís. O bloqueio terminaria nesta quinta-feira (14), mas o juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, determinou mais três dias de restrição da circulação de pessoas. O Maranhão tem 9 mil casos da doença e 444 óbitos.

Também em lockdown, o Pará já confirmou mais 547 casos e 53 óbitos da Covid-19 nesta terça-feira (12). O estado tem 8.616 casos, sendo 4.999 pacientes recuperados e 865 óbitos.

Lula lamenta mortes

Nesta terça-feira (12), o ex-presidente Luiz Inácio Lula lamentou o recorde de mortes no Brasil, em decorrência do novo coronavírus e criticou Jair Bolsonaro (sem partido) que até ontem, não tinha lamentado as mortes de brasileiros.

“Foram 881 mortos hoje. Quase mil vidas por dia e o cara passeando de jet ski”, disse Lula, no Twitter, referindo-se ao passeio de Bolsonaro de jet ski no lago Paranoá, em Brasília, no último fim de semana.

Fonte: CUT

Skip to content