“A dor da gente” torna-se tema de audiência pública, desta quinta (17), na CLDF

A pesquisa “A dor da gente” – que mapeou dados sobre o sofrimento dos professores na relação deles com a gestão da escola e da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF) e identificou motivos de afastamento e problemas de saúde dos profissionais da educação – será o tema da audiência pública remota, da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), nesta quinta-feira (17), às 10h, pela TV Web da CLDF, no YouTube.

A diretoria colegiada do Sinpro-DF convida a todos e todas a participarem. A audiência é aberta ao público, que pode participar pelos “Comentários” do YouTube durante a transmissão. A iniciativa é do deputado distrital Professor Reginaldo Veras. A apresentação da Cartilha A Dor da Gente, será realizada pela psicóloga do Sinpro-DF, Luciane Kozicz.

Lançada no fim de agosto, a cartilha “A dor da gente” reúne o resultado do levantamento realizado pelo Sinpro-DF, em parceria com o Laboratório de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho da Universidade de Brasília (UnB), que investigou quatro dimensões que envolvem a relação trabalhador–organização e permitiu ao sindicato mapear os possíveis pontos de tensão que podem fazer com que a vivência do sofrimento seja, predominantemente, patológica, conduzindo ao adoecimento e, consequentemente, afastamento do trabalho ou até mesmo a necessidade de reabilitação profissional ou de aposentadoria precoce.

Foi realizada com 3.326 trabalhadores(as) da rede pública de ensino do Distrito Federal, entre 5 de maio e 30 de junho de 2020. Como resultado, foram mapeados impactos e riscos psicossociais que interferem na vida dos(as) servidores(as), provocando adoecimento.

Confira, a seguir, matéria sobre o lançamento da cartilha com o resultado da pesquisa:

Sinpro-DF divulga resultado de pesquisa realizada em parceria com a UnB

 

Skip to content