Por administrador em 23/nov/2012

Sinpro defende a educação pública de qualidade para todos/as em reunião no CEE nº 1



O Sinpro-DF, através da diretora da Secretaria de Política para Mulheres, Neliane Cunha, esteve reunido na manhã desta sexta-feira, dia 23, com professores/as, pais e mães de alunos do Centro de Ensino Especial (CEE) nº1 de Brasília, discutindo estratégias que visam à garantia do direito de os/as alunos/as que tenham acima de 21 anos permanecerem estudando nos CEEs. Uma resolução do Conselho de Educação do DF determinou que esses/as estudantes devem sair dos CEEs e ir para instituições conveniadas ou permanecer nos Centros de Ensino para atendimento apenas em dias alternados.

“O Sinpro defende a educação pública de qualidade para todos e todas, independente da faixa etária. Por isso estamos juntos e apoiamos a luta dessa comunidade escolar”, disse Neliane. A diretora enfatizou, ainda, que o Sindicato repudia a atitude do governo do DF de retirar esses direitos das pessoas e dos/as professores/as que, por causa dessa medida, vão ficar sem lotação nas escolas. “Essa resolução vai reduzir em 30% o número de estudantes nessa escola”, explicou Neliane.

Muitos/as professores/as serão prejudicados/as, principalmente porque não tiveram o direito de participar do concurso de remanejamento. “A resolução do Conselho de Educação só saiu após o remanejamento. Com isso professores e professoras não tiveram respeitados seu direito de opção”, afirmou Neliane. A resolução, também, não está de acordo com a estratégia de matrícula para o ano de 2013, que já foi publicada no Diário Oficial do DF.

Imprimir