Por administrador em 04/out/2013

Profissão Professora – Qualidade da educação deixa a desejar



cleuza 200x200Com uma carreira dedicada à alfabetização entre as classes excluídas, a professora Cleuza de Medeiros, da Escola Meninos e Meninas do Parque, ainda considera que a qualidade da educação no Distrito Federal “está bem aquém daquilo que imaginamos como ideal”. Embora reconheça as dificuldades do trabalho com a exclusão social, a professora, com trinta anos de experiência, diz que ainda sente orgulho das sementes plantadas. Já tendo lecionado no CAJE e na Papuda, Cleuza cita como exemplo o caso de um detento premiado. “Isso me deixou muito feliz. Ouvir o presidiário dizer que se tornou outra pessoa graças à educação, me deixou muito orgulhosa”, diz.

 

A professora considera que a evolução no setor educacional em Brasília deve-se muito à luta sindical. Cleuza diz que na sua longa vida de militância, seguindo os passos de Paulo Freire, viu crescer a credibilidade da educação no Distrito Federal.

 

Cleuza de Medeiros não crê que haja falta de recursos financeiros nas escolas. Para ela, o que falta são gestões de qualidade. A professora ainda ressalta que não basta uma boa gestão pedagógica. “É necessário também que haja um gerenciamento administrativo eficiente para tornar a escola organizada e democrática”, conclui.

 

Nome: Cleuza de Medeiros

Função: Professora

Tempo de magistério: 30 anos

Escola: Escola Meninos e Meninas do Parque
Ver mais…

Imprimir