Por Maria Carla em 07/ago/2017

GPLAD convida categoria para o I Workshop Debates no Ensino e na Pesquisa: A linguagem em cena



O Grupo de Estudos e Pesquisas em Linguagem, Letramento e Análise de Discurso (GPLAD), vinculado ao CNPq, convida professores/as e orientadores/as educacionais, bem como estudantes, para o “I Workshop Debates no Ensino e na Pesquisa: A linguagem em cena”, a ser realizado no auditório do Instituto de Letras da Universidade de Brasília (UnB), nos dias 16 e 17 de agosto, entre 8h e 17h.

Haverá minicursos, apresentações, mesas-redondas, comunicações, com pesquisadores de várias universidades, como Carmem Jená Caetano, coordenadora deste trabalho. As inscrições para ouvinte estão abertas até o dia 16/8 e o credenciamento será realizado entre 8h e 8h30.

“Estamos cobrando as inscrições porque a UnB acabou de perder R$ 100 milhões do seu orçamento e está vivendo um momento de crise tão intensa que não tem tido condições nem sequer de bancar eventos como este. Por isso estamos cobrando uma taxa de inscrição de R$ 20,00”, avisa Kelly Nunes, professora de língua portuguesa da Coordenação Regional Ensino (CRE) de Ceilândia, estudante de doutorado em linguística na UnB e integrante do grupo de pesquisa que promove o workshop.

O seminário visa a divulgar pesquisas em andamento e apresentar perspectivas de pesquisadores que produzem conhecimento novo nas áreas de letramento e de identidade. Para isso, o evento contará com a presença de palestrantes e conferencistas nessas duas áreas e mesas sobre outras comunicações relacionadas a essas temáticas.

“Assim, haverá mesas sobre discurso, identidade, educação, ideologia e poder, discurso político, discurso e gênero, discurso e ciências do conhecimento, multimodalidade. Enfim, como que a linguagem pode figurar nesse campo discursivo como elemento dessa construção e realidade”, informa Kelly.

Maria Aparecida de Sousa, professora de língua portuguesa da CRE do Plano Piloto, também integrante do GPLAD e do doutorado em linguística, na UnB, afirma que o seminário cabe na discussão sobre o ensino de línguas na rede pública de ensino. “A discussão do letramento, especificamente, e esse letramento que não está ali, apenas, no processo de alfabetização, mas que se desenvolve ao longo do processo de escolarização e na vida”, esclarece.

Trata-se, portanto, de um debate sobre a linguagem em uso, a análise do discurso, a discussão de gêneros discursivos e a identidade do/a professor/a. “É um trabalho bem amplo, multidisciplinar, que tem como centro a linguagem em uso”, explicam as professoras.

Participe!

Para mais informações, visite o site do I Workshop Debates no Ensino e na Pesquisa: A linguagem em cena

Imprimir