Por administrador em 05/out/2013

GDF se posiciona sobre contratos temporários



O Sinpro-DF realizou nessa sexta-feira (04), uma reunião com a Secretaria de Administração Pública do DF para discutir a possibilidade da realização ou não de um novo processo seletivo para o banco de professores temporários da Secretaria de Educação.

Outros pontos, como realizar o processo de seleção parcial em localidades que tenham carência ou um processo complementar para o ano que vem, também foram discutidos durante a tentativa da construção de um diálogo.

Entretanto, a secretária adjunta de Administração, Jaqueline Domingues, argumentou: “o governo decidiu realizar um novo processo seletivo para os professores substitutos, pois professores que se formaram nesses últimos anos também precisam ter a oportunidade de conquistar a vaga. Além disso, o GDF está abrindo um concurso público para aumentar o quadro dos efetivos. Com isso, também temos a realidade de que muitos temporários serão chamados nesse novo processo para servidores do quadro. Por isso, não vamos prorrogar o contrato dos temporários”, afirmou a secretária-adjunta.

O Sinpro ressalta ainda, que a diretoria está cobrando do governo o acesso a todas as informações que justificariam a autorização para a realização de um novo processo seletivo para contratação temporária de professores (as) da Secretaria de Educação.

O Sindicato reafirma a sua posição de defesa intransigente dos direitos dos trabalhadores (as) em educação, seja no regime temporário ou efetivo. Por fim, o Sinpro reitera a sua defesa histórica pelo concurso público e por uma escola pública de qualidade.

Imprimir