Por administrador em 08/out/2014

Em assembleia, bancários do DF aprovam propostas e encerram greve



Em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (6), os bancários e bancárias de Brasília do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e dos bancos privados aprovaram as propostas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e as específicas e encerraram a greve de 7 dias.

Com a aceitação das propostas e o fim da greve, os bancários voltam ao trabalho nesta terça-feira (7).

“O Sindicato vai continuar acompanhando o dia a dia dos bancários e denunciando as irregularidades em todos os locais de trabalho. E alerta que, se houver pressão e/ou retaliação por parte de algum gerente, o trabalhador deve comunicar e chamar a direção do Sindicato imediatamente, que vai agir de forma enérgica”, afirmou o presidente do Sindicato, Eduardo Araújo, ao destacar a participação ativa da categoria durante a greve e a assembleia desta segunda-feira.

Já o diretor do Sindicato Rafael Zanon destacou a unificação da assembleia, que votou pela aprovação das propostas apresentadas. “A votação conjunta é um fato inédito na mobilização da nossa categoria”, afirmou o dirigente sindical, que é bancário do BB.

A proposta global aprovada prevê reajuste de 8,5% (aumento real de 2,02%) nos salários e demais verbas salariais, de 9% (2,49% acima da inflação) nos pisos e 12,2% no vale-refeição.
Os bancos incluirão na Convenção Coletiva o compromisso de que “o monitoramento de resultados ocorra com equilíbrio, respeito e de forma positiva para prevenir conflitos nas relações de trabalho”.

Sobre os dias parados, a Fenaban propõe compensação de uma hora por dia no período de 15 de outubro a 31 de outubro, para quem trabalha seis horas, e uma hora no período entre 15 de outubro e 7 de novembro, para quem trabalha oito horas.

Greve acaba no BRB

Reunidos em assembleia ao lado do Edifico Brasília, na noite desta segunda-feira (6), os bancários e bancárias do BRB aprovaram a nova proposta oferecida pelo banco na rodada de negociação ocorrida nesta segunda e encerraram a paralisação de 7 dias.

Com a aceitação da proposta e o fim da greve, os bancários do BRB voltam ao trabalho nesta terça-feira (7).

Os dias não trabalhados seguirão o acordo que for firmado com a Fenaban: compensação de uma hora por dia no período de 15 de outubro a 31 de outubro, para quem trabalha seis horas, e uma hora no período entre 15 de outubro e 7 de novembro, para quem trabalha oito horas.

  • – Acesse aqui os principais pontos da proposta do BRB.
Imprimir