Por administrador em 22/out/2008

Diretor da Ceilândia ameaçado de morte



Por pouco, muito pouco, o diretor do CEF 13, do P Sul na Ceilândia, o professor Sérgio da Silva Severino, escapou da morte na tarde de ontem, 21/10. Ao repreender um adolescente que assediava as meninas na saída da escola, recebeu a ameaça do garoto: ele afirmou que retornaria armado para matá-lo. A sorte do diretor é que a coordenadora viu quando o jovem retornou empunhando uma arma e escondeu o diretor rapidamente. Segundo os professores, após procurar o diretor e não encontrar ele decidiu pichar os muros internos da escola e saiu afirmando que iria voltar.
Por esse motivo o corpo docente da escola solicitou uma reunião com a regional de ensino e com o batalhão escolar, logo mais, às 14h, para discutir formas de garantir a segurança no ambiente escolar. O temor se justifica, pois o adolescente tem 19 ocorrências policiais, inclusive por homicídio.

Imprimir