Por administrador em 28/set/2014

As conquistas dependem da luta da categoria



Glorinha - Dia 1ºQuando entrou na Secretaria de Educação do Distrito Federal, então com 18 anos de idade, Maria da Glória Bonfin Yung carregava um sonho comum à maioria dos(as) professores(as): transformar a educação pública da capital federal. Após vários anos de trabalho e muita luta, a professora da Escola Parque 308 Sul afirma que a categoria alcançou várias vitórias. “Em 1985, ano que entrei na Secretaria de Educação, tínhamos muitos alunos nas salas de aula, trabalhávamos muito, não tínhamos jornada reduzida. Hoje está melhor. Temos mais tempo para estudar, o número de alunos diminuiu, a quantidade de escolas aumentou, a formação dá mais oportunidades aos professores, dentre tantas outras vitórias alcançadas”, afirma Glorinha.

Apesar das conquistas, a professora reconhece que ainda é preciso avançar. Um dos principais pontos, segundo Glorinha, é no compromisso da categoria com a profissão e com a educação pública do DF. “Não devemos nos esquecer que a luta é coletiva e não individual. Hoje, uma das maiores lutas é por um atendimento de saúde digno. Somos uma categoria envelhecida, temos o poder de transformar o mundo por meio da educação e para isto precisamos ter saúde”, analisa, complementando que a categoria tem uma série de benefícios a alcançar, mas somente com a luta de cada professor isto será possível.

Associado à luta da categoria, a professora avalia que os recursos que virão do Plano Nacional de Educação (PNE) terão papel fundamental no futuro da educação brasileira e na melhoria da vida do educador. “Participei de todas as lutas do Sinpro desde 1985. Mesmo quando estava fora da sala de aula estava atuando pela educação na Câmara Legislativa do DF. Sinto um orgulho imenso, uma felicidade e satisfação muito grande de ser professora. Acredito que quando queremos conseguimos transformar as coisas. É uma alegria podermos modificar a realidade”, finaliza.

 

Professora: Maria da Glória Bonfin Yung
Escola Parque 308 Sul

Imprimir