Vídeo mostra atuação da Secretaria de Administração e Patrimônio do Sinpro

A Secretaria de Administração e Patrimônio do Sinpro-DF é tema do vídeo da série sobre as secretarias lançado no início de maio. Trata-se de uma secretaria que lida com os aspectos burocráticos da entidade. É ela que organiza o patrimônio da entidade e administra seus funcionários(as) e colaboradores(as) para que a entidade funcione.

 

Gerenciada por Gilza Camilo, coordenadora, e pelas diretoras Presilina Spindola e Leilane Costa, a secretaria atende às demandas das escolas e da categoria, bem como as de movimentos sociais. É uma secretaria que, embora trate das questões burocráticas, atua diuturnamente nas ações da política sindical. Durante a pandemia da covid-19, ela se revelou imprescindível na luta da categoria e na organização funcional do sindicato.

 

“Não deixamos de participar das ações políticas e sociais de nossa categoria. Eu, por exemplo, estive muito à frente de muitos atos públicos políticos nacionais que teve a participação de nossa categoria. Mesmo durante a pandemia, inicialmente, fizemos carreatas, atos virtuais, depois híbridos, com distanciamento social”, conta Leilane Costa, diretora do Sinpro da Secretaria de Administração e Patrimônio.

 

Essa secretaria nasceu junto com o sindicato e, há 43 anos, organiza a luta sindical do magistério público no Distrito Federal. Sua forma de organizar a entidade e a luta da categoria inspirou outros sindicatos, como, por exemplo, os sindicatos dos(as) professores(as) da Universidade de Brasília (UnB, ADUnB) e da rede privadas de educação do Distrito Federal (Sinproep).

 

“Se eu tenho um sindicato combativo, eu consigo ampliar a minha categoria, consigo obter conquistas. E é daí, inclusive, que vêm os grandes ataques aos sindicatos, o que não é só no Brasil; é mundialmente falando. Por isso: porque organiza. Temos o hábito de receber nossa categoria na nossa sede e subsedes e, diante da pandemia, não pudemos. Criamos maneiras de atender à nossa categoria, que não ficou desassistida de nenhuma forma. Fizemos três Assembleias Gerais virtuais”, lembra Leilane

 

No vídeo, a diretora relata a atuação e importância da secretaria. Confira tudo isso no vídeo a seguir.