Fique atento ao 11º Congresso dos Trabalhadores em Educação Chico Mendes

Com o lema Você tem sede de quê? Água, soberania, direitos, democracia, saber…, o Sinpro realiza, dos dias 31 de maio a 02 de junho, o 11º Congresso dos(as) trabalhadores(as) em Educação Chico Mendes. Faça já a sua inscrição e participe do Congresso, que será realizado no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC – SGAS 902) e ocorre no momento de aprofundamento do golpe parlamentar, jurídico e midiático que derrubou uma presidenta honesta, retirou direitos do povo trabalhador na famigerada “reforma” trabalhista e no congelamento dos investimentos sociais; e ainda tenta cassar o direito de um operário disputar a eleição. O Congresso acontece no exato momento em que os golpistas querem entregar as nossas riquezas, como o petróleo, a energia, a terra e a água para o capital internacional e para os grandes banqueiros.
Aliado a tudo isso, assistimos ao autoritarismo na educação com o projeto fascista da “Escola sem Partido”, a malfadada (contra) reforma do ensino médio, as alterações na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o desmonte no financiamento da educação com a Emenda Constitucional nº 95.
>>> Mais informações pelo telefone 3343-4209 ou pelo email joelma@sinprodf.org.br.
Com o objetivo de organizar a luta da categoria para o próximo período, convocamos todos e todas para o bom debate. Vamos preparar, na base, um processo que resulte num Congresso qualificado e que nos arme, de maneira unitária, para enfrentarmos os ataques à classe trabalhadora.
No Distrito Federal não é diferente do que ocorre no país. O governador segue a mesma cartilha neoliberal do governo federal: endurecimento com os sindicatos dos trabalhadores(as), não cumprimento dos acordos salariais e desmonte dos serviços públicos.
Inscrições – As inscrições, já encerradas, estiveram abertas até o dia 30 de abril e foram prorrogadas até o dia 10 maio.

LOCAL DO CONGRESSO E REGRAS INTERNAS

O acesso ao local do Congresso – no CNTC (SGAS 902) – se dará mediante apresentação obrigatória do crachá de identificação que os(as) delegados(as) receberão no momento do credenciamento. Mais informações e esclarecimentos necessários ligar para Joelma: 3343-4209.
Às mães com filhos(as) menores de 7 (sete) anos, informamos que haverá creche e brinquedoteca com profissionais da área. A informação sobre as crianças é obrigatória e será feita na ficha de inscrição. Tudo isto com o objetivo de garantir uma estrutura adequada para este atendimento, a tranquilidade das mães e dos pais, bem como o conforto e a alegria de todos e todas.
Atenção: a creche funcionará nos dias 31 de maio e 01 e 02 de junho (quinta, sexta e sábado).
 
Clique aqui e confira a Ata de eleição dos(as) delegados(as)
Confira a edição do Folha do Professor sobre o 11º Congresso
 
Confira a programação completa do 11º Congresso 

31/05, 01 e 02/06 de 2018

PROGRAMAÇÃO:

 

 
Dia: 31/05/2018 (quinta–feira)
CREDENCIAMENTO A PARTIR DAS 7h

 
7h30 – Café da manhã
8h – Solenidade de abertura:
8h15 – Apresentação Cultural – Tribo KAMAYURÁ
8h30 – Mesa de Abertura: SINPRO/CNTE/SAE/SINPROEP/CUT/MST/UBES/UNE/CONTEE/MEMORIAL CHICO MENDES
Leitura e aprovação do Regimento do Congresso
10h- Intervalo
10h às 12h – Mesa Tema: Os desafios da educação para o Brasil no contexto do golpe de Estado:
Os desafios enfrentados pelo Brasil na educação aumentaram com o golpe jurídico, parlamentar e midiático. A educação foi a primeira área atacada em todas as frentes.  A (contra) reforma do Ensino Médio, o congelamento dos investimentos, a “escola sem partido”, a dilapidação das universidades públicas. As várias concepções pedagógicas precisam se manifestar nesse cenário. Qual o papel da educação pública, de qualidade para todos/as nessa quadra de desmonte neoliberal das políticas públicas?
Palestrante: Edson Marcelo Húngaro – Doutor em Educação Física pela UNICAMP e Pós-Doutor em Educação pela UNICAMP. Professor Associado da Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília, e na pós-graduação. Coordenador do AVANTE, vice-diretor (2014-2108) e Coordenador do curso de Educação Física da UnB de 2010 a 2013, membro da Direção Nacional do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte/CBCE por duas gestões e, representando o CBCE, Membro do Conselho Nacional de Esporte do Ministério do Esporte (2011-2013). 
 Palestrante: Olgamir Amância Ferreira – Dra. em Educação pela Universidade de Brasília, Decana de Extensão da Universidade de Brasília, Professora Adjunta da FUP/UnB, Membro do Conselho Superior do Instituto Federal Brasília – IFB, Membro da Direção Nacional da União Brasileira de Mulheres – UBM, Representante da UBM no Fórum Nacional Popular de Educação – FNPE, Professora aposentada da SEE-DF. Primeira Secretaria de Estado da Mulher do DF (Gestão  2011-2014) e Diretora do Sinpro-DF em duas gestões (1992 – 1998).
 
12h30 – Almoço
14h – Mesa Tema: Conjuntura e os reflexos das políticas do capital global no Brasil e demais países da América Latina:
Educação e Saúde como setores primordiais para o desmonte neoliberal em escala global. O Capital precisa se legitimar do ponto de vista econômico e político para ampliar a acumulação e a exploração, para isso surge a necessidade de desarticular a resistência da classe trabalhadora, sobretudo na educação.
Palestrante: Hugo Yasky – Líder sindical argentino, Secretário Geral da Central de Trabalhadores da Argentina-CTA, e Deputado Nacional pelo Partido Obrero.
Palestrante: Jessé de Souza – Sociólogo, Professor universitário e pesquisador. Autor de vários livros, entre eles A Elite do Atraso.
16h às 18hMesa Tema: Educação como Mercadoria: a lógica privatista do mercado no contexto neoliberal
A entrada da chamada “Organizações Sociais” na educação pública. O sistema financeiro de olho na educação pública do país. Sucateamento das universidades e escolas públicas como forma de justificar a privatização da educação.
Palestrante: Eudes Baiman – Doutor em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará, professor da Universidade Estadual do Ceará, autor do livre Direito à Educação e Progressão Continuada (2015).
Palestrante: José Geraldo de Sousa Júnior –  Professor da Faculdade de Direito e Ex – reitor da Faculdade da UnB. É um dos signatários de representação à Procuradoria Geral da República – PGR.
 19h – Solenidade de abertura
Mesa Tema: VOCÊ TEM SEDE DE QUÊ? água, soberania, direitos, democracia, saber…
Palestrante: Leonardo Boff –  teólogo, escritor e professor universitário brasileiro, expoente da Teologia da Libertação no Brasil e conhecido internacionalmente por sua defesa dos direitos dos pobres e excluídos. Atualmente é professor emérito de Ética, Filosofia da Religião e Ecologia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Seu trabalho atual está relacionado principalmente às questões ambientais.
21h – Encerramento – Atividade cultural, exposição, painel e noite de autógrafos
 

Dia: 01/06/2018 (Sexta-feira)

 
8h – Café da manhã
8h30 – Mesa Tema: Democratização dos meios de comunicação: o papel da comunicação de massa na consolidação da hegemonia do pensamento único conservador.
Analisar o poder dos grandes meios de comunicação como manipuladores da chamada opinião pública e sua influência nos valores políticos, morais e econômicos da sociedade brasileira.  Internet, novas mídias e suas influências no convívio social e político atual. Buscar alternativas para construir uma comunicação democrática e de acesso a todos e todas.
Palestrante: Laurindo Lalo Leal – Jornalista, sociólogo, escritor, apresentador de televisão e Professor aposentado.
 Palestrante: João Brant – Doutorando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. Foi secretário-executivo do Ministério da Cultura, coordenador-executivo do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social entre 2007 e 2012, e consultor para Unesco, Fundação Ford, Observacom e Global Partners.
 Palestrante: Lizely Borges – Jornalista e mestre em Políticas de Comunicação e Cultura pela UnB. Pesquisadora sobre a relação entre participação política, instituições democráticas e políticas de comunicação. Integrante do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação – Comitê DF.
 10h- Intervalo
10h30 às 12h30 – Mesa Tema: Educação, diversidade e direitos humanos.
Aprofundar as questões de raça, gênero, diversidade sexual no contexto de avanço da pauta conservadora que deseja excluir os diferentes com propostas fascistas, como o fim da “ideologia de gênero”, a homofobia, a “Escola sem Partido”, a intervenção militar em curso no Rio de Janeiro e os reflexos em todo o país.
Palestrante: Andrey Roosewelt Chagas Lemos – Mestre Profissional de Políticas em Saúde da Fiocruz/Brasília e Presidente da União Nacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais no Brasil.
Palestrante: Jandyra Uehara – Secretária de Políticas Sociais e Direitos Humanos da CUT – Nacional
Palestrante: Sarah de Roure – Mestre em Cooperação internacional pela Universidade do Pais Basco e militante da Marcha Mundial das Mulheres no estado de São Paulo.
 12h30 – Almoço
 14h às 16h – Mesa Tema: Financiamento da educação. Soberania: água e energia.
 Debater o financiamento da educação a partir da defesa da soberania nacional, com a visão de que recursos oriundos do petróleo e da energia possam ser revertidos para as políticas sociais, sobretudo para a Educação e a Saúde. A importância do recurso natural da água como elemento educativo no processo de luta.
 Palestrante: Raimundo Angelim – Economista, Professor, Deputado Federal (PT/AC) e membro da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.
 Palestrante: Luiz Alencar Dalla Costa – Geógrafo, mestre em desenvolvimento territorial na América Latina e Caribe, militante do Movimento Atingidos por Barragens (MAB) e da Plataforma Operária e Camponesa da Água e Energia.
Palestrante: Milton Canuto Almeida – Professor e Consultor Técnico em: Financiamento da Educação, Planejamento e Gestão da Educação, Plano de Carreira e Previdência Pública.
 
16h – Intervalo
16h15 às 18h – Mesa Tema: Gestão Democrática e Avaliação
Avaliar a gestão democrática nas escolas, a implementação do Plano Distrital de Educação e do Plano Nacional de Educação, os retrocessos em curso e as propostas para enfrenta-los.
 Palestrante: Edileuza Fernandes da Silva – Professora aposentada da SEDF,  Doutora em Educação pela FE-UnB e professora da FE/UnB programa de Pós – graduação em Educação. Desenvolve pesquisa na área da Educação com ênfase em Profissão Docente, Currículo e Avaliação, e lider do Grupo de Pesquisa Marxismo e Formação do educador – MaxEduca da FE/UnB.
Palestrante: Ana Maria de Albuquerque Moreira – Doutora em Educação – Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, Mestre em Educação – Políticas Públicas e Gestão da Educação, e Pedagoga pela Universidade de Brasília – UnB. Professora Adjunto III do Departamento de Planejamento e Administração (PAD) da Faculdade de Educação da UnB. Atua principalmente nos seguintes temas: planejamento e gestão educacional.
 18h – Homenagem a Chico Mendes – Ângela Mendes (filha do Chico Mendes)
O legado histórico dos 30 anos do assassinato do sindicalista e ambientalista
 20h – Encerramento – Atividade Cultural
 

Dia: 02/06/2018 (Sábado)

 8h30 – Mesa Tema: Ecossocialismo
Abrir um debate mais estratégico sobre o resgate da herança histórica de luta da humanidade pela justiça social, pela democracia como valor essencial e pelo direito à diferença (de gênero, da diversidade cultural dos povos e de orientações sexuais e religiosas). As novas formas de luta em defesa do meio ambiente e de uma economia voltada para o conjunto do povo em detrimento do grande capital.
Palestrante: Luiz Soares Dulci – Educador, ex-ministro da Secretaria Geral no governo Lula.
Palestrante: Isabel Freitas – Assistente Social, especialista em saúde pública, educação popular (Movimento de Educação e Cultura), ativista e feminista da Marcha Mundial de Mulheres.
Palestrante: Lucélia Santos – Atriz, diretora, autora e produtora brasileira e ativista ambiental.
 
10h – Plano de Lutas e Organização Sindical
Debater e aprovar um Plano de Lutas que ao mesmo tempo garanta conquistas e que fortaleça a nossa estrutura e organização sindical.
12h30 – Almoço
14h às 16h – Grupos de Trabalho – GT`s
Tema: A escola inserida num contexto de exclusão social/econômica e os seus reflexos.
Palestrante: Olga Cristina Rocha de Freitas – MsC. em Neurociência do Comportamento, doutoranda em Ciências da Educação, Professora da SEEDF e Professora IESB
 
 Tema: Saúde (saúde do trabalhador e o adoecimento psicossocial)
Palestrante: Luciane Kozicz Reis Araujo – Mestre em Saúde Pública pela ENSP/ Fiocruz, Especialização em andamento em Psicoterapia Analítica de Grupos pela SPPB, Graduada em Psicologia pela UnB, pesquisadora do CNPq e do Núcleo de Trabalho Vivo da UnB.
 
 Tema: Meio Ambiente (a situação do cerrado e os impactos na região Centro Oeste).
Palestrantes: Rosângela Azevedo Corrêa – Graduação em História pelo Centro Universitário de Brasília (1983), mestrado em Antropologia Social (1988) e doutorado em Antropologia Social (2000) pela Universidad Iberoamericana, México. Pós-doutorado em Ecologia Humana na Universidad Autónoma de Barcelona (2016). Atualmente é professora adjunta II na graduação e na pós-graduação no Departamento de Estudos Latino-Americanos (ELA) da UnB e coordenadora da Área de Educação e Ecologia Humana na FE/UnB.
 Palestrante: Marco Antônio Baratto – Mestre em Educação do Campo e Educação Ambiental, Doutor em Política Social com ênfase em questão agrária e Direção do MST.
16h- Plenária final
Aprovação dos textos, do Plano de Lutas e Resoluções.
19h – Encerramento – Show acústico com Ana Canãs

Skip to content