Sonhém de Cima promove oficina de Educação no Cerrado

Nesta quinta-feira (26), a Escola Classe Sonhém de Cima, escola do campo, localizada no Assentamento Contagem, na Fercal, reuniu estudantes do 3°, 4° e 5° ano para uma oficina de Educação no Cerrado.

 

 

A atividade desenvolvida por meio do projeto pedagógico da escola “As mãos da sonhém cuidando do nosso bem”, contou com a participação de professores da Universidade de Brasília (UnB), técnicos da Agência Reguladora de águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (ADASA), do Instituto Brasília Ambiental (IBRAM), e do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Maranhão, que banha parte da região.

De acordo com o professor coordenador do projeto, Sérgio Luiz Teixeira, durante todo o dia, os educandos participaram de oficinas sobre a importância da preservação do Cerrado e da água e do meio ambiente como todo. Eles visitaram uma propriedade do Assentamento Contagem que possui uma mina que deságua em um dos afluentes do rio maranhão.

“O projeto surgiu da necessidade de revitalização da nascente pois é um local que pode render bons frutos para toda a comunidade se bem cuidado. Os proprietários das terras entenderam a importância da preservação da água para sustentabilidade e para as futuras gerações. O nosso projeto culminou com a Semana Universitária, por isso, conseguimos apoio desses órgãos nesta iniciativa.”, afirmou.

Após a ação, ficou definido que os alunos, em conjunto com a equipe da escola e os moradores realizarão a revitalização do local. Para isso, será necessário cercar toda a área, realizar o plantio de espécies nativas e acompanhar o desenvolvimento do campo.

“Seguiremos revitalizando todos espaços que conseguirmos e que incentivando a preservação a ambiental e despertar nos estudantes e em toda a comunidade escolar o sentimento de conscientização”, concluiu o Sérgio.

 

 

 

 

Skip to content