Sinpro se reúne com secretário de Educação e cobra convocação de orientadores educacionais

Uma comissão formada por diretores do Sinpro e pedagogos(as)-orientadores(as) educacionais aprovados no concurso de 2014 – homologado em 2015 – se reuniram nesta terça-feira (01) com o secretário de Educação, Júlio Gregório. A reunião foi resultado de um ato público realizado no dia 24 de fevereiro, em frente ao Edifício Phenícia, com o objetivo cobrar do Governo do Distrito Federal a imediata nomeação dos orientadores(as) educacionais aprovados em 2014.
A última convocação de orientador ocorreu em 2008 e desde então o GDF não nomeou nenhum profissional da área, acarretando uma carência de mais de 500 pedagogos(as)-orientadores(as) na rede pública de ensino do DF e a distância do número previsto no Plano de Carreira, que são 1.200 profissionais na rede. Atualmente temos pouco mais de 700 orientadores(as), algumas escolas sem nenhum profissional e em outras, orientadores sobrecarregados.
Durante a reunião o secretário de Educação e o subsecretário da SUGEPE, Isaías Aparecido, informaram que a Secretaria de Planejamento solicitou um relatório para analisar quantas aposentadorias ocorreram de maio de 2015 até o momento, com o objetivo de analisar o número possível de nomeações. “Para nós ficou claro que não há vontade política em resolver o problema, pois o governo não compreende o real papel e a importância do orientador educacional nas escolas. Durante a reunião se comprometeram em fazer gestões junto ao GDF para iniciarem as nomeações, mas não sinalizaram quantas convocações seriam feitas nem quando. Vamos continuar lutando e pressionando”, argumenta a diretora do Sinpro Meg Guimarães.

Skip to content