Sinpro repudia atitude do GDF

Mais uma vez o GDF surpreende de forma negativa o conjunto dos servidores locais.
Valendo-se de um expediente nada democrático, o governador Rollemberg anunciou em coletiva de imprensa, no final da manhã desta quinta-feira (15), uma série de medidas que atinge em cheio a vida do funcionalismo público. Tudo isso feito sem diálogo com os principais interessados: os trabalhadores.
As medidas anunciadas sequer foram negociadas com as categorias, no melhor estilo neoliberal de governar, sob o argumento enganoso do “choque de gestão” – no qual as deliberações vêm de cima para baixo sem qualquer tipo de interlocução.
O Sinpro repudia veementemente mais esta postura arbitrária do governo e convoca a categoria a reforçar a mobilização, de modo que o GDF repense sua forma de fazer política e de lidar com seus servidores – aqueles que, em última análise, estão na linha de frente atendendo a população nas suas necessidades mais básicas, como educação e saúde.

Skip to content