Sinpro parabeniza todos os estudantes pelo seu dia

Neste sábado, 11 de agosto, é comemorado o Dia do Estudante, data que guarda ligação direta do movimento estudantil brasileiro com a luta pela democracia. Foi graças à luta dos estudantes que a história do Brasil mudou em vários momentos. Muitas dessas mudanças vieram com a organização marcada graças à fundação da União Nacional dos Estudantes (UNE).
Prova disso é a representatividade da UNE, que se manifesta por mudanças no atual cenário político no Brasil, contra o governo golpista de Michel Temer (MDB), contra as reformas trabalhista e da Previdência, e pela reconstrução da democracia nacional. Para a presidenta da UNE Marianna Dias, somente a luta poderá impedir a onda de retrocessos que ameaçam o país. “Toda garra dos estudantes deve vir acompanhada por uma intensa luta contra as reformas e todas as retiradas de direitos. Pela apresentação de um programa que sirva de fato à juventude, às mulheres, aos indígenas, aos quilombolas, às comunidades tradicionais, aos negros e negras, aos LGBTs e à toda classe trabalhadora, ou seja, aos brasileiros”, afirma a presidenta da UNE, Marianna Dias.
É diante da importância que os estudantes têm no futuro do Brasil que o Sinpro-DF e toda a categoria docente parabenizam todos e todas pelo seu dia!
 
Memória
Fundada em 11 de agosto de 1937, a UNE já nasceu sendo a principal força popular de combate ao nazismo no Brasil no período de eclosão da Segunda Guerra Mundial. Nos anos 1950, foi protagonista na campanha O Petróleo É Nosso! e na defesa da soberania nacional. Durante a ditadura militar, os estudantes foram os principais combatentes do regime, sofrendo com perseguições, torturas e mortes. A UNE também mobilizou a campanha pelas Diretas Já! e capitaneou o impeachment de Fernando Collor. Mais recentemente, lutou pela criação de programas como o ProUni, pela popularização da universidade e em defesa da democracia.
Também em 11 de agosto, mas de 1827, D. Pedro I autorizou a criação dos primeiros cursos superiores no Brasil. Foram criadas as Faculdades de Direito de Olinda, em Pernambuco, e do Largo do São Francisco, em São Paulo, pioneiras no ensino superior.
Outra comemoração ligada à classe estudantil é o dia 17 de novembro, conhecido como o Dia Internacional do Estudante. A data remete à resistência estudantil à ocupação nazista, em 1939, na antiga Tchecoslováquia.

Skip to content