Sinpro exige liberação dos coordenadores pedagógicos eleitos em fevereiro

Apesar da publicação da portaria que regulamenta as normas para a coordenação pedagógica, a Secretaria de Educação do DF não tem cumprido com as metas estipuladas no documento. As normas foram publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal do dia 19 de fevereiro de 2016.
Após diminuir o número de coordenadores(as), a secretaria ainda não liberou estes profissionais eleitos durante a semana pedagógica (25 de fevereiro). A situação se agrava pelo fato de algumas escolas não terem nenhum coordenador liberado, enquanto outros estão com a liberação parcial. Além disto, por orientação da Proeduc a SEE está colocando coordenadores pedagógicos para substituir professores. As substituições tem as mais variadas justificativas, que vão desde aposentadorias a ausências médicas.
Mais uma vez o Sinpro exige que a Secretaria de Educação regularize a situação, uma vez que o impasse precariza a educação pública do DF. Além da importância que o coordenador tem no sistema educacional, cabe a ele a articulação com os projetos pedagógicos da escola.

Skip to content