Sinpro ajuíza ação coletiva contra o GDF por dano moral e prejuízos bancários

O Sinpro-DF ajuizou Ação Coletiva nº 2015011002799-7 cobrando do Governo do Distrito Federal (GDF) os prejuízos que foram ou serão experimentados pelos professores e professoras nos períodos  de  adiamentos  ou de atrasos de pagamentos das remunerações ou salários, tais como: correção monetária e juros compensatórios  proporcionais aos dias de atrasos, indenizações de correção monetária e de juros de mora que docentes pagaram ou irão pagar sobre suas obrigações liquidadas com atrasos, juros do cheque especial etc.
Por precaução, o Sinpro-DF recomenda aos(às) docentes que guardem todos os comprovantes de pagamentos feitos com atrasos durante todo o período de adiamento de pagamentos das remunerações ou salários, visto que esses documentos bancários serão necessários para instruir futuro pedido de ressarcimento dos prejuízos a ser feito por ocasião da execução da decisão judicial  que vier, eventualmente,  a  ser concedido pelo Poder Judiciário.
Por último, na mesma inicial dessa ação coletiva, o Sinpro-DF também pediu   a condenação do Distrito Federal ao pagamento de dano moral coletivo, individual, para cada integrante da carreira.

Skip to content