Sinpro convoca gestores de escola para tratar do repasse do PDAF   

A maioria das escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal ainda não recebeu o repasse do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF). O GDF havia prometido fazer o depósito destes recursos, mas até o momento os valores ainda não foram repassados para as escolas. Diante deste desrespeito com a escola pública o Sinpro convoca as direções de escolas para uma reunião nesta segunda-feira (02), às 14h30,  na sede do Sindicato.

Os valores do PDAF repassados para cada unidade escolar têm como base o número de alunos registrados no Censo Escolar do ano anterior e seus acréscimos, quando aplicáveis. Já o montante anual para a Coordenação Regional de Ensino tem como base 1% da soma total dos recursos de suas respectivas unidades escolares e seus acréscimos, quando aplicáveis. Sem a verba, destinada pelo GDF, várias escolas enfrentam dificuldades financeiras e ficam impossibilitadas de fazer reformas e fazer compras de materiais pedagógicos.

Embora a Lei de Gestão Democrática tenha levado a rede pública de ensino à democratização administrativa e financeira, o GDF não tem cumprido com sua parte no que se refere ao repasse das verbas do PDAF. O Sindicato dos Professores, na defesa de seu compromisso com a escola pública, gratuita e democrática, exige do Governo do Distrito Federal o imediato repasse das verbas por meio do PDAF e alerta o GDF que sem recursos financeiros não existe escola pública de qualidade.

O retorno das férias está prevista para o dia 19 de fevereiro e até o momento nada foi feito para receber funcionários e estudantes na volta às aulas.

Skip to content