Sindicatos celebram o Dia do Professor

Mais do que o Dia do Professor, o 15 de outubro foi momento de relembrar as lutas da Educação e render homenagens aos educadores do país. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE sensibilizou para a data a partir de peças alusivas com o slogan “Na escola, a harmonia vem do trabalho em conjunto” e vídeo comemorativo, disponibilizado no site e nas redes sociais da instituição.
As celebrações e reivindicações se estenderam pelas entidades afiliadas da CNTE. O Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp) realizou o Tributo à Educação, na Avenida Paulista (SP). O evento reuniu os músicos Zélia Duncan, Chico César e o grupo de percussão Ilú Obá de Min e lançou o movimento Todos em Defesa da Escola Pública e da Valorização dos Professores, com a presença de pais, estudantes, comunidade escolar, além de movimentos sociais, artísticos e políticos.
A semana anterior foi de festa, também, para os professores e orientadores educacionais em Brasília (DF), com show de Zeca Baleiro. A iniciativa, promovida pelo Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), teve como foco, além do congraçamento entre os profissionais, continuar a militância e a luta contra a retirada de direitos da classe trabalhadora. Nesse sentido, a instituição continua a recolher assinaturas pela anulação da Reforma Trabalhista e criou estandarte com o rosto dos deputados distritais que votaram a favor do saque do IPREV.
No Nordeste, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí (Sinte-PI) realizou celebração ação de graças e atividade musical pelo Dia dos Professor. Na Região Norte, dentre as ações, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (SINTET) realizou a Corrida e Caminhada Solidária da Educação no domingo (15). O objetivo da ação foi arrecadar alimentos para os profissionais da educação que tiveram os pontos cortados, além de incentivar a prática esportiva.
O Sindicato dos Professores de Estabelecimentos Oficiais do Ceará (Apeoc) homenageou os educadores, ainda, com agenda dedicada a eles durante todo o mês de outubro.
O dia 15 de outubro reforça a luta da CNTE pela valorização de professores e funcionários da educação, na luta em defesa de uma escola democrática e de qualidade e por políticas focadas nas reais e urgentes necessidades do ensino público. Em especial neste cenário político, de desmonte da educação pública, com forte viés privatista, de desprofissionalização do magistério e desvalorização dos trabalhadores.

Skip to content