Servidores se unem em ato público para enfrentar o GDF

Servidores do Governo do Distrito Federal (GDF) irão realizar ato público na praça em frente ao Palácio do Buriti, nesta sexta-feira (9), em protesto contra a falta de pagamento do 13º e das diferenças, do um terço do abono de férias e do salário de dezembro.
Com a confirmação do governo de que não irá efetuar pagamentos até o quinto dia útil deste mês (quinta-feira, 8), a Central Única dos Trabalhadores de Brasília (CUT-Brasília) convocou todas as categorias para participar da manifestação, a partir das 10h.
O Sinpro convoca toda a categoria a integrar essa mobilização. A decisão foi definida na tarde desta quarta-feira (7), numa Plenária CUT-Brasília com representantes de vários sindicatos de servidores públicos do GDF. Representantes de vários sindicatos participaram da reunião. Os (as) servidores públicos do DF estão vivendo a mesma situação dos(as) professores(as), ou seja, estão com pagamentos atrasados. Eles e elas aprovaram por unanimidade a ação conjunta.
Além de atrasar ainda mais o pagamento do 13º dos(as) professores(as) efetivos(as) e temporários(as) aniversariantes de dezembro e dos ajustes de 13º dos(as) que fizeram aniversário antes de setembro, o GDF anunciou, em reunião com a Comissão de Negociação do Sinpro, no fim da tarde desta quarta-feira (7), que o pagamento do abono de férias e o salário de dezembro só deverão ser pagos na próxima semana.
Contradições e dinheiro em Caixa – Dados do próprio GDF indicam que há cerca 18 mil servidores sem esses pagamentos. Na avaliação das lideranças sindicais, as informações veiculadas pela mídia local sobre a falta de recursos financeiros no GDF estão confusas e contraditórias. Há divergências de informações relacionadas aos dados contábeis e bancários apresentados pelo novo governo.
Técnicos do GDF com acesso ao Sistema Integrado de Gestão Governamental (Siggo) contestam as notícias que têm sido divulgadas pela imprensa e asseguram que há dinheiro suficiente em Caixa para pagar os servidores efetivos e temporários. Eles informam que, das contas apresentadas pelo novo governo, no mínimo, o GDF tem R$ 600 milhões para utilizar nesse pagamento.
Serviços:
O Sinpro disponibilizará ônibus em três pontos do Distrito Federal.

1 – Em Formosa, vai sair às 8h da frente da Catedral de Formosa. Esse ônibus passará em Planaltina, no Centro de Ensino Especial, às 8h40, e também em Sobradinho, no CEM 01, às 9h20.
2 – Sairá da frente da agência do BRB, situada no centro da Ceilândia, às 9h20. Passará pelo centro de Taguatinga, no Posto de Gasolina Nene’s, às 9h30.
3 – Saindo do Gama, da frente do CEM 02, às 9h. Passa por Santa Maria: no Centro de Ensino Especial, 9h15, e, depois, CEF 215, às 9h30, e Passarela do Santos Dumont, 9h40.
Atenção: o retorno dos ônibus será às 18h

Skip to content