Servidores de Planaltina rejeitam proposta e reiniciam manifestações

A partir das 8h da próxima segunda- feira (22), os servidores públicos municipais de Planaltina de Goiás realizam uma série de manifestações em frente à prefeitura da cidade, com o objetivo de pressionar o prefeito a melhorar a proposta de reajuste salarial apresentada aos trabalhadores.

A mobilização da categoria foi decidida em assembleia na manhã dessa quinta-feira (18), após o prefeito afirmar que não aceitava a proposta do sindicato que representa a categoria – Sindiplag, de dividir em duas vezes o reajuste de 11,36% no piso nacional do magistério e a correção de 11,28% nos salários dos demais funcionários públicos.

“O prefeito continua afirmando que só pode pagar o reajuste em 12 parcelas, ou seja, cerca de 1% ao mês. Essa proposta não atende as necessidades dos trabalhadores. Já estamos há um ano com salários corroídos e a proposta da prefeito estende o tempo de perdas e de reposição. A totalidade do reajuste já devia ter começado a ser paga no início do ano”, afirma a secretária geral do Sindiplag, Valéria Ramos.

Cerca de 4 mil servidores estão prejudicados com a intransigência da prefeitura, que já participou de diversas reuniões com o sindicato sem avançar nas revindicações trabalhistas.

Skip to content