SÉRIE ESCOLAS DE SUCESSO || “Indo além de mim”


Crédito: Arquivo Sinpro-DF/Ecom

 

A Escola Classe 10 (EC10) de Ceilândia pôs em prática o projeto paulo-freiriano de ensinar a leitura do mundo por meio da leitura da palavra. Nessa quarta-feira (11), a escola realizou o encerramento de um projeto novo, intitulado “Indo além de mim”, desenvolvido, no último bimestre, com as mais de quatrocentas crianças da Educação Infantil ao 5º Ano.

As crianças participaram de um sarau. Apresentaram painéis e outros trabalhos acadêmicos, dança, teatro, canto e declamação de poemas com o conteúdo trabalhado no projeto. Mariana Carvalho de Oliveira Lima, professora de português-literatura e de atividades, idealizadora do projeto, conta que trouxe a ideia da outra escola em que ela trabalhava. “Lá, eu fazia o Chá com Letras, que está na sexta edição”, informa.

Ao ser transferida para a EC 10, em 2018, ela levou a ideia. Porém, só foi materializada este ano a partir do mês de setembro. Trata-se de um projeto de leitura em sala de leitura que envolveu os 20 professores da escola. Desses, apenas cinco são efetivos. Os demais são do contrato temporário. As crianças contam uma história e fazem o reconto em sala de aula ou fazem telas. O objetivo é melhorar a oralidade, o discurso e desenvolver o gosto pela leitura a partir da Educação Infantil.

“Sabemos que ó nosso País não é de leitores. Para estimular e cativar na pessoa essa vontade de ler, a gente tem de mostrar como fazer. As crianças, então, vão para a sala de leitura e eu conto uma história. Depois fazemos uma interpretação oral e, na sala de aula, eles fazem desenhos, escrevem textos e leem. No projeto, numa semana eu conto uma história, na outra, eles que me contam”, explica a professora Mariana Lima

Ela considera importante começar o trabalho com literatura com as crianças da tenra idade na disciplina atividades. Os professores aderiram ao projeto e gostaram da proposta. Defendem a reedição dele em 2020 e a absorção dele pelo Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola.

Mariana diz que está feliz com a alegria e o interesse em participar das crianças e da satisfação dos professores. Ela conta que, no dia em que a leitura não acontece, as crianças sentem falta e cobram. “O meu prazer é saber que estou atingindo crianças e professores. A direção apoiou. Comprou tapetes para a sala de leitura e o acervo é muito rico. A culminância é a apresentação dos trabalhos que eles realizaram a partir do que observaram no momento da leitura”, afirma.

Este ano, o tema abordou a consciência negra e conteúdo do livro Lagoa Azul, cuja autoria é da própria professora Mariana Lima. Na obra, a professora trabalhou a família, a cidade e suas questões, os sistemas de quantidades e medidas. Ela tem três livros de literatura infantil publicados: Lagoa Azul; Brincando com poesias; e Cirandas.

NOVIDADE
“O ‘Indo além de mim’ é uma boa novidade na escola. Embora a gente já tivesse um projeto de leitura, não existia a figura do produtor do livro, do mediador da leitura. Quando Mariana veio para a nossa escola, a gente começou a gestar um projeto a exemplo de um que ela já desenvolvia em outras escolas. Conseguimos realizá-lo, experimentalmente, em um bimestre”, informa Queila Barbacena Campos Dias, professora de atividades e supervisora pedagógica.

Ela diz que, ao pôr o projeto em andamento, a professora Mariana trabalhou a oralidade, a capacidade de ouvir e de interpretar. “Vimos que as produções estavam muito bacanas e que mereciam uma celebração final, que realizamos hoje. As turmas ficaram empolgadas em conhecer os livros. A eficiência do trabalho se reflete nos índices das avaliações externas e, nessa parte da leitura, a gente estava mesmo precisando de um cuidado maior”, informa.

“Levando em conta toda a realidade da escola, a gente conseguiu, ainda, fazer este projeto”, disse. A EC 10 ainda não recebeu a segunda parcela do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf). “A gente está tentando, dentro do possível, manter as atividades da escola normalmente”, afirma Queila.

Confira as fotos do evento:

Skip to content