Secretário da Educação se reúne com o Sinpro e diz que GDF vai pagar 13º

novo secretario internaA Comissão de Negociação do Sinpro se reuniu, no fim da tarde desta sexta-feira (2), no Edifício Fenícia, com o novo secretário de Educação, Júlio Gregório, e o secretário adjunto, Clovis Sabino, para cobrar o pagamento do 13º salário dos(as) professores(as), ainda em atraso, bem como reforçar e assegurar a materialização da declaração do governador Rodrigo Rollemberg,publicada na Agência Brasília, de que o pagamento atrasado de cerca de 10.600 servidores(as) será feito no dia 8 de janeiro, quinto dia útil do mês.
Uma nota divulgada pela Agência Brasília dá conta de que o governador afirmou que esse pagamento se refere ao 13º e às diferenças devidas. Por causa dessa declaração, o Sinpro propôs e o secretário de Educação juntamente com o secretário adjunto a reunião realizada nesta sexta. Durante o encontro, os representantes do GDF asseguraram que esse pagamento não constará como exercício findo.
A Comissão de Negociação do Sindicato aproveitou a oportunidade para entregar a pauta de reivindicações da categoria e cobrar uma agenda de reuniões para tratar dos pleitos da categoria. Os(as) representantes dos(as) professores destacaram a importância da realização dessas reuniões para discussão dos itens da pauta e outros temas urgentes, como, por exemplo, a criação da escola do sistema prisional.
Direito trabalhista – No dia 30 de dezembro,  a Comissão de Negociação se reuniu com o secretário de Relações Institucionias, Marcos Dantas, ainda durante o governo de transição, para cobrar o pagamento dos direitos trabalhistas dos(as) docentes.
Desde o governo passado,  no entanto, o Sinpro vinha negociando para que o GDF efetuasse o pagamento do 13° dos aniversariantes de dezembro efetivos e temporários e os ajustes no 13º d(as) professores(as) que fizeram aniversário de janeiro a agosto,  advindos dos reajustes salariais deste ano.

Skip to content