Rollemberg vetou a maior parte das emendas dos servidores ao Orçamento 2019

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), vetou a maior parte das emendas parlamentares de interesse do interesse dos(as) professores(as) e orientadores(as) educacionais do magistério público do DF à Lei de Diretrizes Orçamentárias.
Entre elas estão as emendas orçamentárias que visavam a recompor as perdas salariais da carreira Magistério do Distrito Federal, entre outras emendas de outras categorias de servidores da área de educação do DF.
O governador vetou também a emenda que contemplava a realização de concurso público para a contratação de professores(as) da educação básica e orientadores(as) educacionais (pedagogos), demanda reconhecidamente prioritária da categoria, uma vez que é visível a imensa defasagem desses profissionais nas escolas da rede pública de ensino do DF.
Vetou ainda as demandas relacionadas ao reajuste dos auxílios saúde e alimentação, recursos para o pagamento da licença-prêmio em pecúnia e a recomposição salarial da carreira Magistério, que atendiam à Meta 17 do Plano Distrital de Educação (PDE).
Confira nos quadros a seguir:

Skip to content