RETROSPECTIVA 2020 | Série rememora a luta do Sinpro em fevereiro

A série de vídeos “Retrospectiva 2020” rememora a luta do Sinpro-DF em fevereiro de 2020: um mês marcado pela denúncia. O ano letivo começou com cinco escolas de educação infantil fechadas e mais de uma centena precisando de grandes reformas e até mesmo de reconstrução. Resultado: cerca de 4 mil estudantes no prejuízo. Colocamos em debate a precarização da nossa profissão e das relações de trabalho durante o Encontro Pedagógico para Professores e Professoras em Contrato Temporário.

 

Continuamos nossa luta em defesa dos direitos dos(as) professores(as) substitutos(as). Cobramos da Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal (SEEDF) o pagamento, em março, dos contratos assinados até o dia 10 de fevereiro. A luta da categoria foi o tema do carnaval 2020. O Bloco da Balbúrdia foi para as ruas com a pauta da educação e denunciou os ataques sofridos por toda classe trabalhadora.

 

Realizamos as assembleias regionais preparatórias para a assembleia geral da categoria, com destaque para a defesa do Fundeb Permanente e o cumprimento da Meta 17 do Plano Distrital de Educação (PDE), meta que equipara o rendimento de professores(as) à média da remuneração das demais carreiras de servidores públicos do DF com nível de escolaridade equivalente. Pautamos o combate à reforma da Previdência no DF, às Organizações Sociais na gestão escolar e à militarização das escolas públicas.

 

O mês mais curto do ano foi também um dos mais longos em histórico de luta contra a privatização e a terceirização da merenda escolar na capital do País. Conquistamos a atualização do cálculo do salário de professores(as) substitutos(as). Finalmente, foi alcançado o valor do piso da carreira magistério como referência no cálculo da hora-aula. Os vídeos com a retrospectiva, mês a mês, estão disponíveis nas redes sociais do Sinpro-DF: YouTube, Twitter, Instagram e Facebook: https://fb.watch/3oWSEc5omH/

 

Skip to content