Projeto Visita nas Escolas conversa com professores da Unidade de Internação de Santa Maria

O Sinpro, por meio da Secretaria de Assuntos da Saúde, foi até a Unidade de Internação de Santa Maria (UISN) na tarde dessa quarta-feira (27), dando prosseguimento ao projeto Visita nas Escolas. O projeto é realizado pelo sindicato desde 2018 e tem o objetivo de relatar o sofrimento dos(as) professores(as) da rede pública do Distrito Federal, advindos na sua relação com a atividade desenvolvida. O estudo baseia-se nos preceitos da psicanálise aplicada à pesquisa, para pensar as relações entre saúde e trabalho.

Durante toda a tarde os(as) professores(as) foram ouvidos pela psicóloga Luciane Kozicz, onde puderam contar problemas sofridos em seu ambiente de trabalho. Segundo Luciane, o projeto visa escutar qualitativamente os professores, dando voz à categoria. “Em 2018 visitamos 46 escolas e escutamos, dos professores, os problemas e dificuldades que cada um passava. A partir dessa escuta, pudemos encontrar saídas e criar maneiras de acabar com as angústias e sofrimento deles”.

Além da Visita nas Escolas, a Secretaria de Saúde do sindicato ainda realiza todas as quintas-feiras atendimento psicológico denominado de Escuta Clínica das Relações Sociais de Trabalho, e atendimento jurídico da saúde para os(as) professores(as) e orientadores(as) sindicalizados(as). “O projeto tem o intuito de oferecer um espaço de palavra ao grupo para o tratamento de tensões no contexto das relações humanas. O objetivo geral é identificar os medos básicos, a aprendizagem, a comunicação, repensando a desmobilização e individualização do sofrer”, finaliza a diretora do Sinpro Gilza Camilo.

Fotos: Deva Garcia

Skip to content