Professores têm até o próximo dia 27 para se inscrever como avaliadores de livros didáticos


O Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União, no dia 30/10, chamada pública para a candidatura de professores interessados em participar da etapa de avaliação pedagógica das obras inscritas no Plano Nacional do Livro Didático (PNLD) 2019. Serão selecionados cerca de 600 profissionais que tenham, pelo menos, mestrado. Os interessados têm até o dia 27 de novembro para se inscrever.
Podem participar professores das redes pública e privada da educação básica e da educação superior. Serão avaliadas cerca de 260 coleções, que têm, em média, cinco livros cada. Caberá aos selecionados verificarem se os livros estão aptos para serem utilizados tanto por docentes como por estudantes. As avaliações serão realizadas entre janeiro e maio de 2018.
A novidade este ano é que serão avaliados livros destinados aos professores da educação infantil e a docentes e estudantes dos anos iniciais da educação básica. Além disso, foram incluídos materiais didáticos de educação física e de projetos integradores, que trazem propostas para o ensino de várias disciplinas ao mesmo tempo.
Serão avaliados ainda livros de língua portuguesa, matemática, arte, ciências, história e geografia. Os professores selecionados passarão por uma formação antes de iniciar a avaliação dos livros. É vedada a participação daqueles que tenham qualquer tipo de relacionamento que configure conflito de interesse com editoras e autores.
O coordenador de Imprensa do Sinpro, Cláudio Antunes, destaca que “os professores da rede pública de ensino do DF – defensores de uma educação democrática, laica, pluralista, baseada na diversidade – devem participar do processo”.
Para participar, basta acessar o Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do MEC (Simec) e solicitar cadastro, caso não o tenha. Em seguida, deve se inscrever na opção Livro Didático.
Em caso de dúvida, enviar e-mail para avaliadores.seb@mec.gov.br.
>>> Clique aqui e confira a chamada pública na edição do Diário Oficial da União, de 30/10.

Skip to content