Portuários marcham na abertura do Fórum Social das Resistências

    Ao lado de centenas de participantes, portuários marcharam na terça (17), na abertura do Fórum Social das Resistências, no centro de Porto Alegre (RS).
    No trajeto do Largo Glênio Peres, onde ocorreu a concentração, até a esquina da Avenida Loureiro da Silva com a Rua José do Patrocínio, local em que aconteceu o ato de encerramento, ecoaram sobretudo os gritos de “Fora Temer” e “Fora Sartori”.
    Com o mote “Por Democracia e Direitos dos Povos”, os manifestantes repudiavam o golpe e defenderam a democracia, denunciando as políticas neoliberais adotadas pelo presidente ilegítimo Michel Temer e pelo governador José Ivo Sartori, ambos do PMDB. Também condenaram a ascensão do conservadorismo em grande parte do mundo.
    O vice-presidente da CNTTL e presidente Federação Nacional dos Portuários (FNP) esteve presente e avaliou o fórum como o momento de agregação e de planejamento dos próximos passos da luta da classe trabalhadora.
    “Neste momento de ataque aos nossos direitos, quando situações semelhantes acontecem no Brasil todo, a unidade da classe trabalhadora deve ser a nossa estratégia. No caso dá Administração dos Portos Gaúchos, o Governo neoliberal do Sartori, está promovendo uma reforma que atinge direto os trabalhadores e deixa indefinido a gestão dos portos e seus recursos humanos”, destaca.
    O Fórum Social das Resistências é realizado em Porto Alegre , no Parque da Redenção, e termina no sábado (21).
     
    Confira a seguir a programação: 
    17/01 – Terça-feira
    17h – Marcha de Abertura, concentração às 15h no Largo Glênio Peres
     
    18/01 – Quarta-feira
    9h – Abertura oficial do Espaço da CUT – Trabalho e Luta por Direitos
    Banda Ecos – Centro Social Marista Irmão Antônio Bortolini – Loteamento Santa Terezinha
     
    19/01 – Quinta-feira
    10h às 12h – Mesa de Convergência: Formação e trabalho de base no atual contexto brasileiro
    Convidados: Frei Sérgio (Via Campesina), Maria Flôr (Secretaria Nacional de Formação/CUT), Francisco Geovane Souza (Formação Comunitária – Lomba do Pinheiro), Jairo Carneiro (Federação dos Metalúrgicos do RS e Macrossetor da Indústria), Eliane Moura (Movimento de Luta por Direitos dos Trabalhadores e Trabalhadoras), Nana Sanches (Ocupação Lanceiros Negros), representante da FETRAF/CUT e da Ocupação Mirabel.
    Promoção: SNF/CUT
     
    14h às 17h – Plenária Nacional dos Portuários
    Promoção: Federação Nacional dos Portuários
     
    17h30 às 20h – Austeridade pra quem?
    Promoção: Semapi
     
    20/01 – Sexta-feira
    10h às 12h – Debate: Jornalismo de Resistência: profissional, ético e comprometido com a democracia
    Celso Schröder –  Democracia na comunicação
    Milton Simas – Relatório da violência contra jornalistas
    Márcia Fernanda Peçanha e Jeanice  Dias Ramos – Violência contra as mulheres: da invisibilidade ao espetáculo
    Promoção: Sindicato dos Jornalistas do RS, Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres e Secretaria de Comunicação da CUT-RS????
     
    14h30 às 17h – Debate: Tirem as garras dos nossos direitos – A farsa do déficit da previdência
    Convidados: Vilson Romero (Presidente da Associação Nacional dos Auditores da Receita Fiscal- Anfipe), Dão Real Pereira (Auditor Fiscal e Integrante do Instituto Justiça Fiscal) e um representante do Chile, para falar da experiência chilena de reforma da previdência.
    Coordenação do debate: Claudir Nespolo (Presidente da CUT- RS)
     
    18h30 – Defesa da Democracia e o Futuro da Esquerda
    Convidados: Eugênio José Guilherme de  Aragão (Ex- Ministro da Justiça -2016), Carlos Ominami (Ex-Senador – MIR/PS Chileno), Maria do Rosário (Deputada Federal do PT/RS) e Claudir Nespolo (Presidente da CUT).
    Promoção: CUT e Fundação Friedrich Ebert
    *A programação está sujeita a alterações.