Nota de falecimento | Professora Telma Cristiane de Carvalho

A diretoria colegiada do Sinpro-DF lamenta e comunica, com muito pesar, mais um falecimento por Covid-19 na nossa categoria. A pandemia do novo coronavírus retirou, precocemente, de nosso convívio a professora Telma Cristiane de Carvalho. Ela faleceu no sábado (14/11), aos 49 anos, e foi sepultada no domingo (15), no Cemitério de Taguatinga.

Moradora da Ceilândia e professora do CIL Brazlândia, ela estava prestes a se aposentar. Nada substitui a presença da professora Telma, no entanto, como última despedida, a equipe do CIL Brazlândia dedicou um texto à professora tão dedicada e amiga.

A diretoria colegiada do Sinpro-DF se solidariza com familiares e amigos(as) e disponibiliza, a seguir, o texto-despedida que o CIL Brazlândia dedicou a ela.

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” … Essa e tantas outrasfrases do livro “O pequeno Príncipe”, retratam tão bem a querida professora Telma Cristiane de Carvalho. Profissional extremamente apaixonada pela educação, sua docência foi muito além de dar aula. Telma tocava o coração dos alunos.

Dedicada, de retórica admirável, falava baixo, com uma autenticidade própria de quem veio a esse mundo para fazer o bem, para fazer a diferençacom seu jeito de envolver a todos que se aproximavam. Passou pela Casa Thomas Jefferson e pelo CIL Ceilândia, onde também foi aluna.

Moradora da Ceilândia, veio trabalhar no CIL Brazlândia e adotou a cidade como sua, onde construiu grandes laços afetivos. Aqui, permaneceu por 10 anos. Sempre ativa, fazia questão de participar de todos os projetos da escola e compartilhar com os alunos sua experiência como aluna da Rede Pública e universitária da UNB. Impossível falar da Telma sem pensar no seu prazer pela docência, pela música, pela cultura, pelas flores. Impossível falar da Telma sem falar de caridade.

Com a aposentadoria prevista para o ano de 2021, fazia planos de viagem, e já agradecia a Deus pelo tempo a mais que dedicaria ao serviço voluntário. Os planos são nossos, mas a vontade é de Deus. Telma partiu por complicações da COVID-19.

A Educação perdeu uma grande profissional, a família CILB perdeu uma professora e amiga.

Estamos de luto, e ao pensar na grandeza da nossa querida Telma, sentimos muito por saber o quanto o mundo precisa de pessoas nobres como ela. Certamente, ao entrarmos em cada sala dessa escola, sua presença marcante nos ajudará ainda maisna missão de educar e de amar ao próximo.

Nossa eterna gratidão por conviver com esse ser humano de luz, que foi para nós puro amor!

Skip to content