Mulheres até 45 anos e homens até 26 já podem tomar vacina contra HPV

O Sinpro informa que a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES) autorizou a vacinação contra o HPV em mulheres de 9 a 45 anos e em homens de 9 a 26 anos de idade. Os imunizantes fazem parte de doses residuais e estão disponíveis em várias salas de vacinação, mas é preciso ficar atento: o lote com cerca de 7,5 mil doses tem vencimento para essa quarta-feira (11). Clique aqui e confira a lista dos locais onde você pode se imunizar (lista da vacinação de rotina).

O papilomavírus humano, conhecido como HPV, é um vírus capaz de infectar a pele e/ou as mucosas (oral, genital ou anal), além de ser uma das principais Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Essa infecção se manifesta a partir do aparecimento de verrugas genitais e, dependendo do tipo de vírus, pode causar câncer.

É um vírus muito prevalente em adultos e pode estar presente na pele, mesmo em pessoas sem sintomas aparentes (na maioria dos casos). Mesmo com a pele íntegra e com o portador sem verrugas aparentes, a transmissão é por contato de pele e mucosas. As verrugas são causadas por vários tipos de HPV, dentre eles o 6 e o 11, que estão presentes na vacina. O câncer do colo do útero e o de pênis, por exemplo, ocorrem a partir de outros tipos do papilomavírus humano, como o 16 e o 18, que também estão na vacina.

Para a coordenadora da Secretaria de Assuntos da Saúde do Sinpro, Elbia Pires, a imunização é importante para a prevenção de doenças, em especial o câncer. “A vacinação o HPV em larga escala é uma conquista da população brasileira. A prevenção é o caminho mais eficaz, e a vacinação evitará que nossas jovens, no futuro, sejam vítimas de câncer do colo do útero. É fundamental em nossas escolas incentivarmos e valorizarmos a vacinação contra o vírus HPV.”, ressalta Elbia.