IV Seminário de Saúde debate ferramentas de prevenção e proteção à saúde da categoria

Mais de 100 professores(as) e orientadores(as) educacionais participaram do IV Seminário de Saúde, evento realizado no dia 13 de setembro, no Auditório da Escola Parque 308 Sul. Organizado pela Secretaria para Assuntos de Saúde do Trabalhador do Sinpro, o seminário teve como tema Violência no trabalho: reflexões a partir da contemporaneidade, e mostrou as várias formas de combater este problema, que a cada dia tem trazido sofrimento e adoecimento na categoria.
Foi com este foco que os convidados debateram a violência no trabalho, o assédio moral e suas consequências, o adoecimento da categoria, ferramentas de prevenção e propostas de plano de saúde. Para a diretora do Sinpro Gilza Camilo, houve muito interesse por parte dos participantes. “Debatemos a necessidade de uma organização coletiva para enfrentar o momento de retirada de direitos, que aumenta o adoecimento e o sofrimento da categoria. Só conseguiremos isto por meio da união coletiva de cada um. Desta forma, conseguiremos políticas públicas para melhorar a qualidade de vida no trabalho e uma melhor promoção e prevenção à saúde da categoria”, ressalta Gilza.
Já o diretor do Sinpro Alberto Ribeiro lembrou os debates sobre a violência na contemporaneidade, por perceber a importância de combater a violência no ambiente escolar. “O seminário ajudou a aumentar a concepção de que o trabalho dos professores e orientadores precisa ser pautado pela felicidade, ajudando assim a combater as violências e o assédio, ações que dificultam o nosso trabalho. Sabendo disto o sindicato nos ajuda a ficarmos mais fortalecidos a enfrentar estes desafios”.
Durante o seminário foi lançada a Cartilha de Assédio Moral, com grande aceitação por parte dos presentes. Nos próximos dias o Sinpro vai anexar os slides das palestras e as referências de vídeos e livros dadas pelos palestrantes.

Skip to content