Fake news da Polícia Militar (PM)

Após a agressão cometida pela PMDF a uma professora no CED 7 de Ceilândia, a imprensa local passou a receber informações falsas atribuídas a “fontes da corporação”, segundo a própria imprensa.

A professora e vítima não é candidata à direção da escola. O CED 7 de Ceilândia possui duas chapas. Cada chapa com dois componentes, conforme determina a Lei nº 4.751/12, e nenhuma das duas chapas tem como componente a professora em questão.

Ressaltamos, porém, que, mesmo que a professora fosse de alguma das chapas, a atitude da polícia de entrar na sala de aula e impedir a continuidade do trabalho dela continuaria sendo um ato de violência.

Destacamos que a Lei nº 4.751/12 não inclui a PM na gestão das escolas públicas do Distrito Federal e nem a participação dela no processo de eleição para as direções de escola.

Portanto, a informação da participação da professora em chapas é falsa. Trata-se de uma FAKE NEWS com origem na PMDF.

Skip to content