Escolas públicas no combate ao Aedes aegypti

Sob o tema “Água e Saúde”, a Escola Classe 318 de Samambaia promoveu nesta sexta-feira (4) uma passeata pelas ruas da cidade, conscientizando a população sobre os riscos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika virus. Vestidos de preto, os estudantes fizeram caracterizações e os professores trabalharam com cartazes e faixas. Desenhos e bonecos alertando para o problema também não faltaram.
mosquito_ec318
A ação contou com o apoio do Batalhão Escolar, Regional de Ensino, Administração Regional e da Vigilância Sanitária, que enviou um veículo “fumacê”. Durante a atividade houve a distribuição de panfletos informativos e os estudantes exlicaram para a população como fazer repelentes domésticos. O carro de som do Sinpro animou a passeata, contando com a professora Elisabete Gleibe Guedes devidamente vestida de Aedes aegypti. “A comunidade participou em peso. Esperamos realizar, em breve, outras ações como esta”, resumiram os professores.
mosquito_ec318a
O mesmo ocorreu na Escola Classe 01 Porto Rico, em Santa Maria. Estudantes e professores foram às ruas dar o seu recado contra o mosquito.
IMG-20160304-WA0007_600
Todas as escolas públicas do DF devem organizar hoje atividades neste sentido, por ser esta sexta-feira o dia letivo temático – no caso, com foco no mosquito Aedes aegypti.

Skip to content