Diretores de escolas do Gama defendem isolamento social e pedem adesão da comunidade

O pico da pandemia do novo coronavírus ainda não chegou no Brasil, mas, nesta quinta-feira (7), as mortes por covid-19 disparam no País e superam China, Itália e Espanha. Com recorde de 615 óbitos em 24 horas, o Brasil só perde ainda para os Estados Unidos e o Reino Unido.  Se depender da gestão do Presidente da República e sua equipe, esse número vai piorar.

O Distrito Federal ligou o alerta vermelho nesta semana. A curva ascendente na quantidade de pacientes internados em UTI com coronavírus aponta para um cenário de superlotação da rede de saúde nos próximos 15 dias. Em apenas 7 dias, o número de pacientes internados cresceu 73%. Entre terça-feira (28/4) e terça-feira (5/5), o número de pessoas em UTI saltou de 34 pessoas para 59. Segunda-feira (4/5), o HRAN – unidade de referência no DF para a Covid-19 – estourou seu limite, com 100% das UTI ocupadas.

Pensando nisso e num suposto calendário de volta às aulas proposto pelo governo Ibaneis Rocha (MDB), os diretores de escolas e gestores das Coordenações Regionais de Ensino do Distrito Federal (CRE) da rede pública de educação do DF decidiram enviar cartas às mães, pais e responsáveis pelos estudantes para explicar a situação, pedir apoio ao isolamento e retorno das escolas em um momento seguro.

Nas cartas, os diretores explicam que a escola é local de aglomeração de pessoas e um dos principais ambientes de contágio e disseminação do novo coronavírus. Em sintonia com a diretoria colegiada do sindicato, os gestores aprovaram, em reunião realizada no dia 27/4, a proposta do Sinpro-DF de encaminhar cartas à comunidade. A reunião virtual ocorreu logo depois que o governador Ibaneis decidiu seguir a necropolítica de Jair Bolsonaro e revogar os decretos dele mesmo que implantaram o isolamento social no DF.

O Sinpro-DF já recebeu também as cartas de outras Regionais que serão postadas posteriormente, na sequência de matérias sobre este tema. Os(as) diretores(as) de escolas e Regionais que quiserem publicar sua carta, podem enviá-la para a diretoria do sindicato por meio do endereço:  faleconoscoimprensa@sinprodf.org.br

Confira, a seguir, a carta dos diretores do Gama à comunidade escolar:

 

Skip to content