Comissão de negociação informa que o GDF zerou abonos de permanência e processos de aposentadoria

A comissão de negociação do Sinpro-DF informa que o subsecretário de Gestão de Pessoas do Governo de Brasília comunicou, no início da noite desta quarta-feira (26), que o governo zerou os abonos de permanência e os de aposentadoria.
Ou seja, os processos de abono de permanência que estavam em tramitação no Governo do Distrito Federal (GDF) foram finalizados e concedidos, incluindo aí a ordem de pagamento do retroativo, referente ao período em que foi feito o pedido.
Isso significa dizer que se o(a) servidor(a) havia pedido esse abono em junho e até agora não o tinha recebido, agora irá receber. Outra informação é a de que foi determinado também o pagamento do retroativo relativamente a esses meses em que o(a) servidor(a) o deveria ter recebido.
O subsecretário informou também que os processos de aposentadoria foram zerados, ou seja, chegaram ao fim da tramitação. Os únicos processos que não serão publicados são os que os professores pediram para ser interrompidos e outros que a própria Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal (SEEDF) observou que, se continuassem tramitando, o acerto de aposentadoria, e não a pecúnia, poderia cair em exercício findo.
Assim, para evitar esse tipo de problema, a SEEDF orientou a quem fez o pedido a suspender a tramitação. Não sendo a situação de risco de cair em exercício findo, os processos foram finalizados e devem ser publicados nos próximos dias.
“Essas informações são parte do retorno de uma negociação entre o Sinpro-DF e o Governo de Brasília, realizada há mais de 15 dias, em que a comissão de negociação cobrou do governo, entre outros pontos, o atraso na publicação dos abonos de permanência e declarou ser um absurdo o atraso na tramitação dos processos de aposentadoria”, informa Cleber Soares, diretor de Imprensa e Divulgação do Sinpro-DF.

Skip to content