Ditadura e fascismo nunca mais é tema de ato político-cultural, nesta quarta 31

Por ditadura nunca mais, o Samba do Peleja e o coletivo Samba da Resistência realizarão ato político-cultural no próximo dia 31, quarta-feira, 57 anos depois do golpe militar que interrompeu o governo do presidente democraticamente eleito Jango. A ação será virtual, a partir das 19, com transmissão pela página do Sinpro-DF no Facebook (https://www.facebook.com/sinprodf), no Facebook do Midia Ninja (www.facebook.com/midianinja), no canal oficial da CUT-DF no YouTube (https://www.youtube.com/cutdfoficial ) e também no Facebook da Central (https://www.facebook.com/cutdfoficial)

Além de música boa, o ato ainda trará depoimentos de quem viveu e vive a luta contra o autoritarismo. O evento ainda tem como objetivo arrecadar recursos que serão destinados a doações de cestas básicas organizada pelo movimento feminista do DF e pelo Fundo de Apoio à Periferia do DF.

Para que nunca mais se repita
No dia 31 de março de 1964, um golpe militar no Brasil encerrou o governo presidente democraticamente eleito Jango e instalou no país um sistema de opressão, retrocesso e tortura. O regime durou 21 anos e somou milhares de mortos e desaparecidos, além de um Brasil endividado e desigual. Hoje, em meio à pandemia da covid-19, forças políticas no aparelho do Estado revivem o fascismo e flertam com a ditadura.

O lema “não esquecer para não repetir” nunca foi tão necessário, afirmam os organizadores do ato político-cultura do dia 31 de março.

Serviço
Ditadura e fascismo nunca mais!
Data: 31 de março, quarta-feira
Horário: 19h

 

 

Skip to content