CNTE participa de seminário estadual do Sintep-MT

Ao comemorar a nova gestão para o triênio 2018-2021 e o aniversário de fundação, o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) faz o resgate de sua trajetória em 53 anos de Luta, Resistência, Conquista e Protagonismo nos 31 anos de Unificação Sindical. A secretária geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Fátima Silva, esteve presente nas celebrações e no seminário estadual, na última sexta-feira (29), em Cuiabá, que reuniu profissionais da educação e militantes sindicais.
A educadora, em palestra no evento, sobre a participação efetiva da militância sindical no processo político eleitoral de 2018, analisou o cenário estadual, fez considerações sobre o voto consciente, e destacou a importância do Sintep/MT na luta pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. “É um sindicato com quem a CNTE sempre pode contar, nos momentos bons e ruins, na luta e na resistência. Um dos que mais possui militância jovem, que se une aos mais experientes. Temos o desafio de eleger representantes com uma agenda progressista, que lutem pelos direitos da classe trabalhadora”, lembrou Fátima, que dividiu o painel com o Ariovaldo de Camargo (CUT-SP). Ela mencionou, ainda, o debate da Conferência da Internacional da Educação para a América Latina (IEAL), na Bélgica, sobre a profissionalização dos funcionários de escolas.
Maior sindicato do estado, reconhecido pelo protagonismo de ter integrado os funcionários de escola na carreira dos profissionais da educação, o Sintep/MT também deu posse à primeira mulher funcionária da educação no cargo de presidente da entidade, Jocilene Barboza.
As conquistas dos educadores de Mato Grosso atraem o olhar de quem está fora do estado. A luta que garantiu a jornada de trabalho de 30 horas, 1/3 de hora-atividade para os professores (interinos e efetivos), o Piso Salarial unificado aos profissionais da educação, a carreira estruturada por classe e nível, assim como a política da Dobra do Poder de Compra, foram fruto de inúmeros enfrentamentos.
Com informações do Sintep/MT

Skip to content