Sinpro articula com deputados distritais para antecipar votação da ARO

Na manhã desta quinta-feira (22), a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) emitiu nota demonstrando interesse em realizar a autoconvocação dos parlamentares distritais para a próxima semana (antecipando este fato que estava previsto apenas para o retorno dos parlamentares em fevereiro). Esta autoconvocação é fruto de articulações realizadas pelo Sinpro com os deputados distritais, sensibilizando os(as) parlamentares para que  a discussão da ARO (Antecipação de Receitas Orçamentárias), que adiantaria cerca de R$ 300 milhões nos cofres públicos e sanaria todas as pendências que o GDF tem com os servidores(as), seja votada o mais rápido possível. No caso da educação as pendências são: rescisão  dos contratos temporários, pagamento de férias, pagamento de 13° salário dos(as) aniversariantes de dezembro e pagamento das diferenças de 13° salário dos(as) aniversariantes de janeiro a agosto.
Também está sendo analisada a possibilidade, com a aprovação da ARO, de não haver a necessidade do escalonamento do pagamento do salário dos(as) servidores(as), dividido por faixas (por valores). Após muita resistência, o GDF cedeu perante a posição firme da Comissão de Negociação do Sindicato e da CUT e na reunião da última terça-feira (20), aceitando encaminhar o pedido pela Antecipação de Receitas Orçamentárias (ARO) para os(as) deputados(as) distritais.
Esta autoconvocação não gera nenhuma despesa para os cofres públicos (GDF e Câmara Legislativa).
Assim que esta autoconvocação for confirmada, o Sinpro irá comunicar a toda a categoria.
 
 
 

Skip to content