Aulas podem ser paralisadas nesta sexta-feira (2)

A diretoria colegiada do Sinpro-DF convoca os(as) professores(as) e orientadores(as) educacionais para coordenação pedagógica nesta quinta-feira (1º/3), na sede da Secretaria de Educação do Distrito Federal (Edifício Phenícia – Asa Norte). O sindicato orienta a todos aqueles que estiverem em coordenação tanto de manhã quanto à tarde para cumprirem o procedimento no prédio onde aposentados(as) e diretores do Sinpro ocupam o gabinete do secretário da SEE desde as 9h de quarta-feira (28/2).

O objetivo é pressionar o Governo do Distrito Federal a negociar o acerto financeiro dos mais de 2.700 professores(as) e orientadores(as) aposentados. Diante disto estamos, a partir de agora, em estado de alerta, pois na sexta-feira (2/3), caso o governo não receba a Comissão de Negociação do Sinpro para apresentar um cronograma de pagamento da pecúnia dos aposentados, a categoria pode ser convocada emergencialmente a paralisar suas atividades.

É importante salientar que a previsão para 2018 e 2019 é de aproximadamente 1.400 aposentadorias em cada um destes anos. Portanto, o GDF está criando uma grande bola de neve para o pagamento deste benefício, que é garantido por lei. É o maior calote já aplicado contra os professores no Distrito Federal entre todas as gestões que o Palácio do Buriti já teve. Isto precisa acabar. O governo precisa ter responsabilidade com as contas públicas e com os acertos com a categoria. Os professores só têm esta pecúnia a receber porque o direito de usufruir deste benefício é negado pelo GDF. A luta é para que os professores que ainda vão se aposentar não precisem passar por esta situação.

O Sinpro orienta que todos e todas fiquem atentos ao site do Sinpro, Facebook e sistema de mensagem do sindicato, porque nesta sexta pode ser um dia de paralisação.

A luta é de todos(as) e é importante que a categoria compareça ao gabinete da Secretaria de Educação nesta quinta-feira (1º/3).

Skip to content