Ajude um trabalhador a receber o auxílio emergencial

O governo federal, enfim, anunciou o início do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores(as) informais. Nessa terça-feira (07) também foi anunciado que aqueles(as) que não fazem parte do Cadastro Único – seleção do governo para que famílias recebam benefícios sociais –, já está disponível o aplicativo Caixa Auxílio Emergencial (disponível para sistemas Android e iOS) para que este grupo possa fazer o cadastro e receber o auxílio.

Como prosseguimento da campanha Quem tem fome tem pressa, lançada pelo Sinpro na última semana, o sindicato pede aos(às) professores(as), orientadores(as) educacionais e direções de escolas que auxiliem pais e mães de estudantes (caso tenham acesso), pessoas próximas, parentes e amigos no preenchimento do formulário necessário para o recebimento do auxílio. O benefício é destinado aos(às) trabalhadores(as) informais, grupo que mais tem sofrido com os reflexos da pandemia do Coronavírus (Covid-19).

Desde o início do isolamento social, medidas tomadas pelos governos estaduais para conter a disseminação do vírus, vários(as) profissionais ficaram impossibilitados de trabalhar, ficando sem renda ou tendo seu rendimento mensal reduzido de forma significativa. O auxílio emergencial de R$ 600 aos(às) trabalhadores(as) sem renda fixa será destinado a este grupo durante três meses, podendo ser prorrogado se o governo precisar ampliar o período de isolamento contra a disseminação do Coronavírus.

Neste sentido, o Sinpro disponibiliza um passo-a-passo para que a categoria e interessados(as) possam encaminhar seus dados e receber este benefício.

Skip to content