Abertas as inscrições para o XI Concurso de Redação e Desenho

O Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) abre, nesta segunda (17), as inscrições para o XI Concurso de Redação e Desenho, edição 2020. Confira no intertítulo “INSCRIÇÕES” os links para Inscrições, para o Regulamento e para as folhas oficiais de redação e desenho.

Os(as) estudantes inscritos deverão apresentar redações ou desenhos que remetam à discussão sobre a profissão professor(a). Os textos e desenhos deverão seguir o Regulamento do concurso, mostrando motivos, consequências e soluções para o problema da criminalização da profissão professor (a) e como a escola pode influenciar para uma cultura da paz, de combate a isso e reversão dessa escalada de violência contra a escola, promovendo a valorização da profissão.

“Uma das mais cruéis violências contra a população brasileira é a que lhe retira o direito a uma escola pública, gratuita, emancipadora, libertadora, socialmente referenciada e que garanta a soberania do País”, afirma Antunes.

INSCRIÇÕES
As inscrições estarão abertas entre os dias 17 de fevereiro e 27 de março de 2020 para estudantes da Educação Infantil, de 4 e 5 anos de idade, até o Ensino Médio. As inscrições devem ser feitas via internet para que o(a) inscrito obtenha o código de participante, o qual será utilizado na Folha de Redação como único instrumento de identificação do trabalho.

As redações e os desenhos poderão ser encaminhados até o dia 27 de março à sede ou às subsedes ou, ainda, às escolas e deixadas à disposição dos diretores do sindicato, que irão buscá-las até a data limite.

Importante lembrar que cada participante deverá fazer sua inscrição no site do sindicato para que seja gerado um código de identificação, o qual deverá ser usado para preencher a Folha da Redação ou a Folha de Desenho. Essas folhas também são oficiais e serão disponibilizadas pelo Sinpro-DF. Importante lembrar que nem a redação nem o desenho serão aceitos em outro tipo de folha.

Regulamento

Inscrição

Folha pautada para Redação

Folha para Desenho (modelo vertical)

Folha para Desenho

PRÊMIOS
Os prêmios serão atribuídos aos(às) estudantes vencedores(as) e professores(as) ou orientadores(as) educacionais indicados(as) pelos(as) participantes vencedores(as). É importante observar que os(as) professores(as) que fazem parte da Comissão Julgadora não podem ser indicados(as) por estudantes.

A Comissão é formada por professores(as) e orientadores(as) educacionais da rede pública de ensino e deverá receber os trabalhos sem identificação da escola, do nome do estudante ou do professor que orientou o trabalho para garantir a transparência do processo.

Os(as) estudantes da Educação Infantil, do CEE e classes especiais, bem como os(as) matriculados(as) do 1º ao 3º ano do ensino fundamental/EJA expressarão sua opinião por meio de desenho. Os(as) estudantes do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental/EJA e do Ensino Médio/EJA, por sua vez, poderão optar no formato de redação ou desenho (será considerado, apenas uma opção de escolha).

HISTÓRICO E OBJETIVO
O concurso é destinado aos(às) estudantes da rede pública de ensino, que poderão participar com apenas um trabalho. No entanto, professores(as) ou orientadores(as) educacionais poderão trabalhar com vários estudantes. Assim, o(a) mesmo(a) professor(a) poderá ser indicado(a) por vários(as) estudantes e, caso isso aconteça, poderá ser premiado mais de uma vez.

Em 2020, o Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) vai intensificar as denúncias e pôr em debate a criminalização, em curso no Brasil, da profissão professor(a). Para isso, abriu o espaço pedagógico da 11ª edição do Concurso de Redação e Desenho, atividade que integra a campanha anual “Quem bate na escola maltrata muita gente”, para a discussão desse tipo de violência contra a educação.

“Com o(a) professor(a), o mundo acontece”. Esse é o tema do XI Concurso de Redação e Desenho do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) em 2020. As inscrições serão realizadas entre o dia 17 de fevereiro (próxima segunda-feira) e 27 de março. Na ocasião, o Sinpro-DF irá publicar matéria específica. O fato é que, com o tema deste ano, o sindicato quer denunciar o discurso dos governos e da mídia e mostrar o valor da profissão professor(a).

“Defender a profissão professor(a), o salário e as condições de trabalho do magistério na rede pública de ensino é o primeiro passo para  combater a privatização do direito fundamental à educação e assegurar que seja gratuita, de qualidade, emancipadora e libertadora, capaz de fazer acontecer a necessária, profunda e significativa transformação social com justiça e o desenvolvimento do nosso País como uma nação soberana”, afirma Rosilene Corrêa, coordenadora do Sinpro-DF.

Cláudio Antunes, coordenador de Imprensa do sindicato, explica que o tema foi escolhido porque os políticos que ocupam, hoje, o Poder Executivo federal puseram em curso, nos últimos 5 anos, um falso debate na sociedade que criminaliza a profissão professor no Brasil e desqualifica a educação gerida e oferecida como direito social pelo Estado.  “Para combater esse discurso do ódio e essa criminalização e, ao mesmo tempo, valorizar a profissão, propomos à categoria trabalhar essa valorização com toda a comunidade escolar por meio do nosso concurso de redação e desenho”.

O Concurso de Redação e Desenho é o espaço pedagógico que o Sinpro-DF e os(as) professores(as) abrem para a comunidade escolar expressar suas diversas opiniões sobre diversos temas que deságuam na violência. Ele é a culminância de uma campanha anual do Sinpro-DF de combate à violência e em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade intitulada “Quem bate na escola maltrata muita gente”.