EC 59 convida comunidade para a Festa Cultural da Inclusão neste sábado (21)

A comunidade da Escola Classe 59, de Ceilândia, convida a todos(as) para a Festa Cultural da Inclusão, a ser realizada no sábado (21), a partir das 11h, na própria escola, que, atualmente, funciona no Centro de Ensino Médio (CEM) 04, da Ceilândia, na QNN 12/14 – Área Especial (AE), ao lado da Estação Guariroba do Metrô.
O objetivo é sensibilizar a comunidade para o drama da escola que está totalmente abandonada pelo Governo do Distrito Federal (GDF) há mais de 3 anos. O prédio original está condenado por risco de desabamento e outros problemas graves. Em 2016, a Justiça deu um prazo de 120 dias ao governo para demolir e erguer, no local, uma nova escola classe.
Mas, até hoje, nada foi feito. A EC 59 está, a cada dia, perdendo estudantes por causa do descaso.  A negligência do GDF tem levado pais retirarem os filhos e as filhas da escola para evitar que suas crianças, cujas idades variam de 4 a 10 anos, façam caminhadas de longas distâncias por mais de uma hora para acessar o novo local provisório que a EC 59 ocupa nos fundos do CEM 04.
A festa é mais uma atividade que busca a sensibilizar a todos e todos para o drama de uma comunidade carente de escolas públicas que atendam à demanda da população.
Skip to content