Por administrador em 09/dez/2013

Um segmento dedicado a ajudar alunos e a comunidade escolar



 Iramara_200x200O desenvolvimento de projetos e o acompanhamento direto com alunos são algumas das atividades do pedagogo-orientador educacional, mas, de acordo com a orientadora Iramara Barroso, do Centro de Ensino Médio 414 de Samambaia, o segmento realiza, também, um importante papel com a comunidade escolar. Além de lidar com problemas pedagógicos dos estudantes, o orientador muitas vezes precisa trabalhar com problemas familiares. “Trabalhei como professora por muitos anos e sempre percebi os problemas enfrentados por alunos e seus familiares. Ficava me questionando como poderia ajudar e percebi que o orientador poderia fazer este papel, já que ele trabalha com as dificuldades de aprendizagem e com problemas familiares”, relata Iramara.

A orientadora ainda revela que quando o estudante é encaminhado para a orientação, o profissional muitas vezes trabalha em parceria com o Conselho Tutelar e com a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). “Dependendo do problema sofrido pelo aluno, encaminhamos para um psicopedagogo, para um psicólogo, um neurologista, e se for um problema familiar, pedimos ajudar para o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e a família passa a ser acolhida com ajuda psicológica e médica. Isto tem como objetivo fazer com que o educando melhore e tenha um melhor desenvolvimento educacional”.

Apesar de toda satisfação, Iramara Barroso diz que o segmento sofre com a falta de recursos pedagógicos e financeiros, além da pouca quantidade de profissionais na rede. “É um cargo que exige muita dedicação e que possibilita ajudar os alunos e a comunidade escolar. Merecemos mais atenção”, finaliza a orientadora do Centro de Ensino Médio 414 de Samambaia.

 

Nome: Iramara Barroso

Função: Orientadora educacional

Escola: Centro de Ensino Médio 414 de Samambaia

 

Ver Mais…

Imprimir