Por administrador em 26/set/2011

Servidores do Detran permanecem em greve



Os servidores do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) paralisaram as atividades a partir desta segunda-feira (26/9). De acordo com o Sindicato da categoria (Sindetran), 100% dos agentes do órgão aderiram ao movimento. Por isso, nenhum serviço do órgão funcionará durante a greve. A principal reivindicação da categoria é o pedido ao Governo do Distrito Federal (GDF) que abra concurso público para os cargos de agente e analista de trânsito; a incorporação da gratificação de atendimento para os servidores que atendem ao público em guichês e vistoria; reestruturação de cargos e a definição da jornada de trabalho de 40 para 30 horas semanais.
De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sindetran), Eider Marcos, na contraproposta feita em maio, o GDF prometeu lançar um edital de concurso até o mês de junho, com 100 vagas para agente. Outro processo para abertura de edital também era esperado, para o cargo de analista de trânsito. Nenhuma ação foi tomada. Segundo o sindicato, o GDF alegou que as providências não podem ser tomadas ainda, pois o governo opera no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.Com a greve, os serviços comuns aos usuários como emissão, renovação e segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), pagamentos de IPVA e vistoria de veículos devem ser os mais prejudicados.

Imprimir