Por administrador em 09/mar/2010

Reajuste é de 10, 04%. Confira como se chegou a esse valor



Conforme divulgamos no decorrer da semana, após reunião na sexta com o GDF, o governador em exercício, Wilson Lima, garantiu que enviará até o dia 13 mensagem à Câmara Legislativa para que seja votado o reajuste de 10, 04% que cabe aos professores. Precisaremos estar atentos para garantir a votação o mais rápido possível para viabilizar o pagamento na data prevista, ou seja, no quinto dia útil do mês de abril.
O artigo 32 do Plano de Carreira dos professores do DF estabelece que as tabelas de vencimentos sejam reajustadas nos anos de 2009 e 2010 em índices que correspondam, no mínimo, ao reajuste do Fundo Constitucional. O Fundo Constitucional de 2009 foi reajustado em 15, 32% (valor arredondado para maior) e, em 2010, o reajuste foi de 1, 06%. Em 2009, após greve dos professores que lutavam contra o congelamento dos salários e não cumprimento do acordo, o GDF reajustou o vencimento dos professores em 5%, acordando que o restante dos 15, 32% seria pago, no máximo, em março de 2010 acrescido do índice de reajuste do Fundo Constitucional desse ano, subtraídos os percentuais já concedidos em 2009 (5%) e o percentual correspondente à progressão implementada pelo Plano de Carreira (1, 34%).
Assim, como não houve aumento de arrecadação do GDF em julho e novembro, não houve repasse de percentuais, neste mês de março vamos receber 10, 04% de aumento. Veja como se chegou a esse valor: 15, 32% (reajuste do Fundo em 2009) mais 1, 06% (reajuste do fundo para 2010), que totaliza 16, 38% menos os 5% concedido em 2009, o que dá um total11, 38% menos 1, 34% que é percentual da progressão por merecimento.

Imprimir