Por administrador em 11/mar/2010

Professora readaptada inaugura sala de leitura



Um sonho realizado na minha história de professora-28 anos dedicados à Educação. Sou a professora Ana dos Reis e trabalho atualmente na Escola Classe 04 de Planaltina-DF. A diretora Sueleny cedeu o espaço, pequeno, mas a criatividade entrou em ação.E no Dia Internacional das Mulheres, o sonho materializou-se. Eu e a professora Jane, também readaptada, mostramos do que um readaptado é capaz em favor da Educação. Minha admiração por Cecília Meireles começou com 9 anos de idade ao ler A Canção dos Tamanquinhos e só cresceu junto comigo.Passou pelo curso de Letras até chegar aos meus 46 anos e a esta sala de leitura.Inaugurar no Dia Internacional da Mulher foi demais! Quisera criar uma biblioteca com todos os recursos! Escrevi uma vez: Viver é realizar sonhos.Fui questionada:é matar um leão por dia. Tive pensamentos felizes como Peter Pan e segui em frente.O pó mágico entrou em ação e com sandálias vermelhas no lugar dos sapatinhos de rubi , como Doroty de O Mágico de Oz, disse para as crianças que não há nenhum lugar melhor que o nosso lar, que a escola era o outro lar delas. Três poesias de Cecília Meireles tomaram vida no palco: A Canção dos Tamanquinhos, As Meninas e Ou Isto ou Aquilo.
Veio a dança do ventre, poesia sensual do corpo, com a dançarina Letícia de Sousa Curado, 17 anos, grupo de Planaltina. A placa foi descoberta, o laço desfeito, a porta aberta, o livro assinado, os convidados entraram para visitar a sala.As 100 rosas vermelhas distribuídas, um lanche especial servido na sala dos professores. Voei
(sonhei), tive fé, coragem, amor e cérebro;muita ajuda dos amigos e o sonho virou realidade.”…
LIBERDADE, essa palavra/que o sonho humano alimenta/que não há ninguém que explique/e ninguém que não entenda… “Cecília Meireles-Romanceiro da Inconfidência-trecho.
Assina: professora Ana dos Reis Pereira de Sousa.E.C.04 de Planaltina

Imprimir