Por administrador em 28/mar/2011

Mulheres comemoram em Brasília 30 anos do feminismo na América Latina



Cerca de 700 mulheres de todo o país se reúnem em Brasília para promover debates sobre desigualdades de gênero e sobre os rumos do feminismo no país. Mulheres da floresta, do campo, da cidade, do litoral e do sertão também aproveitam para comemorar os 30 anos do feminismo na América Latina.O 2º Encontro Nacional da Articulação de Mulheres Brasileiras (Enamb) tem início amanhã (31) e segue até o próximo sábado (2). O evento é realizado pela Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB).Segundo Graça Costa, representante do Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense, é necessário fazer um balanço das lutas e dialogar sobre os próximos desafios a serem enfrentados.

Outro ponto que deve ser debatido é a articulação das mulheres em relação ao novo governo. “O fato de ter uma mulher na presidência tem um caráter simbólico muito forte”, disse Graça em entrevista ao Programa Revista Brasil, da Rádio Nacional.

Segundo ela, os próximos quatro anos devem ser um marco para a sociedade brasileira e devem ser importantes para discutir o lugar da mulher na sociedade. “Não é o ápice, nós mal começamos. É muito relevante ter uma mulher na Presidência, porém, é um passo, não é o fim da nossa luta”, destacou.

O evento, promovido no Centro Comunitário da Universidade de Brasília (UnB), é aberto ao público. Hoje, às 14h, haverá um ato público, na Rodoviária do Plano Piloto. Depois, as mulheres farão uma caminhada pela cidade, acompanhadas pelo grupo de teatro Loucas de Pedra Lilás, de Pernambuco (PE), e animadas pelo funk feminista do Ceará (CE).

 

(Fonte: Agência Brasil)

Imprimir