Por administrador em 14/nov/2014

Movimentos sem terra realizam ocupações para acelerar melhorias e conquistas



Integrantes de nove diferentes movimentos da causa dos sem terra ocuparam na última quinta feira (13) o prédio da Novacap, localizado no Guará, e da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal, na Asa Norte.  Aproximadamente 1.000 sem terra se mobilizaram a partir das 6h da manhã em busca da aceleração do processo de destinação de terras públicas para programas de reforma agrária.

Além de destravar a obtenção de terras no Distrito Federal, os militantes pedem a estruturação de assentamentos que já existem, mas que não contam com serviços de água, esgoto e demais condições básicas de sobrevivência. “Levando em consideração o DF e o entorno, existem cerca de 40 acampamentos”, informa Clediney Carneiro, membro do MST.

Representantes do movimento tiveram reunião à tarde com a Secretaria de Reforma Agrária do Governo e, em virtude da mobilização, conseguiram que houvesse o comprometimento de acelerar o processo e viabilizar as conquistas. “Várias reuniões já foram feitas, mas só com a luta conseguimos acelerar esse processo de destinação de terras públicas para atender a esses conjuntos de movimentos”, esclarece Clediney.

Imprimir